Avaliação do conhecimento adquirido por meio da formação de agentes comunitários de saúde sobre crack, álcool e outras drogas

Autores

  • Letícia Souza de Freitas Universidade Federal de Santa Catarina
  • Daniela Ribeiro Schneider Universidade Federal de Santa Catarina
  • Tadeu Lemos Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marcos Antônio Lopes Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Agente Comunitário de Saúde, Saúde da Família, Saúde Mental, Educação permanente, Conhecimento, Álcool, Drogas.

Resumo

O uso abusivo de álcool e outras drogas configura-se na sociedade atual como um problema social e de saúde pública. Não apenas pelas estatísticas, mas sim por todo o impacto causado na vida individual e coletiva. Enquanto questão de saúde, trata-se de um desafio aos profissionais de saúde, que encontram demandas relacionadas ao uso indevido dessas substâncias psicoativas e muitas vezes não sentem-se capacitados para o enfrentamento dessa problemática. No cerne da atenção básica de saúde está consolidada a Estratégia de Saúde da Família, na qual destaca-se a atuação profissional do Agente Comunitário de Saúde, ator social que atua como membro da equipe de saúde e da comunidade na qual está inserido. O objetivo do estudo foi avaliar o conhecimento adquirido pelos Agentes Comunitários de Saúde que participaram do curso de Atualização sobre Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em Crack e outras Drogas promovido pelo Centro de Regional de Referência para formação de profissionais que atuam com usuários de Crack e outras Drogas e seus Familiares /Universidade Federal de Santa Catarina. Este estudo experimental analisou de forma exploratória-descritiva o grau de acertos obtidos através de questionários de múltipla escolha, em dois momentos, pré-curso e pós-curso. Os dados foram submetidos à análise estatística através do teste de Wilcoxon. Observou-se aumento significativo de conhecimento adquirido após o processo de formação, quando comparado ao momento pré-teste. Desta forma, observa-se a importância das práticas de educação permanente para a área da saúde, particularmente em relação aos Agentes Comunitários de Saúde.

Downloads

Publicado

2016-12-07

Como Citar

FREITAS, L. S. de; SCHNEIDER, D. R.; LEMOS, T.; LOPES, M. A. Avaliação do conhecimento adquirido por meio da formação de agentes comunitários de saúde sobre crack, álcool e outras drogas. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 8, n. 18, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69422. Acesso em: 6 dez. 2021.