Relato de uma experiência de estágio em Psicologia: atuação junto à equipe de estratégia da saúde da família

Conteúdo do artigo principal

Danielle Davanço
Felipe Tobias Brahim
Kristian Madsen Jensen
Jéssica Magalhães Andrade
Silvio Yasui

Resumo

O presente trabalho tem a intenção de relatar uma experiência de estágio em psicologia desenvolvida na atenção básica de uma cidade de pequeno porte do interior paulista. Nosso trabalho envolve quatro estagiários dos 4º e 5º ano de psicologia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP-Assis) que compõe o estágio curricular denominado “Atenção Psicossocial: novos dispositivos de cuidado” cujo objetivo é desenvolver formação humanizada e critica para atuação em Saúde Mental. Iniciamos o projeto de estágio em março de 2015 com a inserção no cotidiano da cidade, procuramos mapear todos os serviços disponíveis a população, como: atividades culturais, de lazer e esporte, da assistência social e da educação, pois entendemos que esses serviços também compõem a promoção de saúde da população. Com a inserção nos equipamentos de saúde, pudemos observar a falta de comunicação entre os serviços e a marcante segmentação dos trabalhos. Especialmente nas unidades de Estratégia da Saúde da família percebemos dificuldade dos profissionais em lidar com o sofrimento psíquico, o que gera práticas de medicalização dos sintomas e de culpabilização do sujeito. O usuário em sofrimento psíquico aparece como um elemento estranho e desestabilizador da rotina assistencial dos profissionais. (SILVEIRA; VIEIRA, 2009). A experiência de estágio tem proporcionado reflexões acerca da atuação do psicólogo na saúde pública, além de problematizações dos modelos de intervenção em saúde pautado no biológico e na doença, deixando de lado o aspecto subjetivo e social de cada sujeito.

Detalhes do artigo

Como Citar
DAVANÇO, .; BRAHIM, . T.; JENSEN, . M.; ANDRADE, . M.; YASUI, . Relato de uma experiência de estágio em Psicologia: atuação junto à equipe de estratégia da saúde da família. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 8, n. 18, 2016. DOI: 10.5007/cbsm.v8i18.69437. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69437. Acesso em: 7 dez. 2022.
Seção
Resumos