Ludwig Tieck: meandros góticos

Autores

  • Karin Volobuef Universidade Estadual Paulista - campus Araraquara

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8026.2012n62p153

Palavras-chave:

Tieck, Romantismo, Gótico, Maravilhoso

Resumo

 

 

Ludwig Tieck (1773-1853) foi um dos pioneiros do Romantismo alemão ao lado de figuras como Novalis, Wackenroder, os irmãos August e Friedrich Schlegel, Schleiermacher, Schelling. Grande admirador de Shakespeare e Calderón de la Barca, Tieck concebia a literatura como terreno supranacional e como área de convergência de diferentes tradições e perspectivas. Com isso, absorveu inúmeros elementos da cultura popular (contos de fadas, lendas, superstições) e os fundiu a vertentes de sua época, entre as quais a da narrativa gótica e de horror, em voga desde a segunda metade do século XVIII. Em Tieck, o macabro tornase expressão de questionamentos sobre a relação entre sujeito e mundo e sobre a própria noção (inspirada no senso comum) de que existiria uma realidade única e independente do ponto de vista daquele que a observa ou descreve. Tieck formulou esteticamente indagações que ecoaram pelo Romantismo alemão, expressando anseios e inquietações indissociáveis de sua produção poético-literária.

 

Ludwig Tieck (1773-1853) was a pioneer of German Romanticism alongside figures such as Novalis, Wackenroder, brothers August and Friedrich Schlegel, Schleiermacher, Schelling. A great admirer of Shakespeare and Calderón de la Barca, Tieck envisioned literature as a supranational terrain and an area of convergence of different traditions and perspectives. Thus he absorbed numerous elements from popular culture (fairy tales, legends, superstitions) and merged with the trends of his time, among which the mid eighteenth-century gothic and horror narrative. In Tieck the macabre becomes an expression of questions about the relationship between the subject and on the very notion (based on common sense) that there would be a single reality and independent from the point of view of who observes or describes. Tieck aesthetically formulated questions that echoed throughout German romanticism, expressing concerns and anxieties inseparable from his poetic and literary production.

Biografia do Autor

Karin Volobuef, Universidade Estadual Paulista - campus Araraquara

Karin Volobuef é docente da Universidade Estadual Paulista (UNESP) em Araraquara. Concluiu o Doutorado em Literatura Alemã pela Universidade de São Paulo (1996) com tese sobre Romantismo na Alemanha e no Brasil. Suas publicações dedicamse a autores como E.T.A.Hoffmann, Schiller, Novalis, assim como à literatura fantástica e ao conto maravilhoso. Além disso, Karin publicou diversas traduções do alemão para o português.

Downloads

Publicado

2012-11-06

Edição

Seção

The Gothic in Europe