Inglês Sem Fronteiras: uma mirada ao contexto de prática pelo prisma da formação de professores a partir do trabalho docente

Simone Sarmento, William Kirsch

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-8026.2015v68n1p47

O Programa Inglês sem Fronteiras (agora Idiomas sem Fronteiras - IsF) é uma política pública que foi primeiramente pensada para oferecer cursos de inglês de modo a capacitar os estudantes elegíveis ao Ciência sem Fronteiras a estudarem em universidades estrangeiras. Entretanto, na prática, há um número de outras implicações, ou efeitos, que são visíveis para todos os seus participantes, sendo a formação de professores de língua inglesa umas das principais, pois grande parte dos professores bolsistas do Programa são alunos de licenciatura em Letras. Neste artigo, enfocamos o Núcleo de Língua Inglesa (NucLi) do IsF-UFRGS, do qual 12 professores foram submetidos a um questionário online feito através do Google Forms. Os dados, embora preliminares, mostram que o IsF apresenta-se como um palco para o desenvolvimento de professores com o potencial de integrar relexão teórica e prática a partir de experiências concretas vivenciadas no trabalho docente.


Palavras-chave


Inglês sem Fronteiras; Formação de Professores

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8026.2015v68n1p47

Direitos autorais 2015 Simone Sarmento, William Kirsch

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/arcorseuil/logotipo_revistas_cor_482_347

http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/arcorseuil/governo_logo60anos_600_1_600

Revista Ilha do Desterro A Journal of English Language, Literatures in English and Cultural Studies, ISSN - 2175-8026, Florianópolis, Brasil.

Creative Commons Licence
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.