Heads of the Colored People, de Nafissa Thompson-Spires: subjetividades femininas negras em diálogo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8026.2021.e75868

Palavras-chave:

Heads of the Colored People, Nafissa Thompson-Spires, Literatura afro-americana feminina, Subjetividades femininas negras

Resumo

Este artigo aborda a literatura afro-americana feminina por meio da coletânea de contos Heads of the Colored People, de Nafissa Thompson-Spires, publicada originalmente em 2018. As narrativas nesse livro, que perpassam questões étnico-raciais, retratam uma multiplicidade de vivências de sujeitos negros nos Estados Unidos na atualidade. Em primeiro lugar, são apresentadas algumas considerações sobre construção de identidades, especialmente em relação a mulheres negras. Em seguida, é proposta uma análise dos contos “Fatima, the Biloquist: A Transformation Story” e “The Body’s Defenses Against Itself” com o objetivo de verificar de que modos se constroem as subjetividades da protagonista Fatima a partir de diálogos consigo mesma e com outras personagens femininas negras. 

Biografia do Autor

Luciana de Mesquita Silva, Cefet/RJ

Doutora em Letras - Estudos da Linguagem pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2015), Mestre em Letras - Teoria da Literatura pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2007), Bacharel em Letras - Tradução pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2005), Licenciada em Letras - Língua Inglesa e Língua Portuguesa pela Universidade Federal de Juiz de Fora (2004/2003). Atua como docente de Língua Inglesa e Língua Portuguesa no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), no Bacharelado em Turismo (Campus Petrópolis) e no Mestrado em Relações Étnico-Raciais (Campus Maracanã). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em campos como os Estudos da Tradução, os Estudos Literários e os Estudos Culturais, além do Ensino de Língua Inglesa.

Referências

ANDERSON, Benedict. Imagined Communities. Londres: Verso, 1983.

COATES, Ta Nehisi. Prefácio. In: MORRISON, Toni. A origem dos outros: seis ensaios sobre racismo e literatura. Tradução de Fernanda Abreu. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. p. 7-19.

COLEMAN, Tyrese L. Nafissa Thompson-Spires Is Taking Black Literature in a Whole New Direction. 08 de janeiro de 2018. Disponível em: https://electricliterature.com/nafissa-thompson-spires-is-taking-black-literature-in-a-whole-new-direction/. Acesso em: 01 jun. 2020.

COLLINS, Patricia Hill. Aprendendo com a outsider within: a significação sociológica do pensamento feminista negro. Sociedade e estado, v. 31, n. 1, p. 99-127, jan.-abr. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/se/v31n1/0102-6992-se-31-01-00099.pdf. Acesso em: 03 jun. 2020.

COLLINS, Patricia Hill. Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento. Tradução de Jamille Pinheiro Dias. São Paulo: Boitempo, 2019.

DU BOIS, W. E. B. As almas da gente negra. Tradução de Heloísa Toller Gomes. Rio de Janeiro: Editora Lacerda, 1999.

EVANS, Mari. Black Women Writers. London: Pluto, 1985.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Tradução de Renato da Silveira. Salvador: EDUFBA, 2008.

GREEN, Lisa J. African American English: A Linguistic Introduction. Cambridge: Cambridge University Press, 2007.

HALL, Stuart. A centralidade da cultura: notas sobre as revoluções culturais do nosso tempo. Educação e realidade, v. 22, n. 2, p. 15-46, jul./dez. 1997.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

HENDERSON, Mae Gwendolyn. Speaking in Tongues: Dialogics, Dialectics, and the Black Woman Writer’s Literary Tradition. In: NAPIER, Winston. African American Literary Theory: A Reader. New York: New York University, 2000. p. 348-368.

hooks, bell. Olhares negros: raça e representação. Tradução de Stephanie Borges. São Paulo: Editora Elefante, 2019.

KAUL, Greta. Seven days in Minneapolis: a timeline of what we know about the death of George Floyd and its aftermath. 29 de maio de 2020. Disponível em: Disponível em: https://www.minnpost.com/metro/2020/05/what-we-know-about-the-events-surrounding-george-floyds-death-and-its-aftermath-a-timeline/. Acesso em: 03 de junho de 2020.

KILOMBA, Grada. Memórias da plantação: episódios do racismo cotidiano. Tradução de Jess Oliveira. Rio de Janeiro: Cobogó, 2019.

LORDE, Audre. Irmã outsider: ensaios e conferências. Tradução de Stephanie Borges. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2019.

LUCKY, Crystal J. African American Women Writers and the Short Story. In: MITCHELL, Angelyn; TAYLOR, Danille K. (Orgs.). The Cambridge Companion to African American Women’s Literature. New York: Cambridge University Press, 2009. p. 245-261.

SOUZA, Neusa Santos. Tornar-se negro: as vicissitudes da identidade do negro brasileiro em ascensão social. Rio de Janeiro, 1983.

THOMPSON-SPIRES, Nafissa. Heads of the Colored People. Nova York: 37Ink Atria, 2019.

UNKELBACH, Katharina. The Historical Development of the Terms "Colored", "Negro", "Black" and "African-American”. Munich: Grin Verlag, 2012.

Downloads

Publicado

2021-01-28

Edição

Seção

Contextos literários: gênero, identidade e resistência