Estudo das práticas de gestão do conhecimento no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão

Autores

  • Nilzete Melo Lima IFMA
  • Fabricio Ziviani Universidade FUMEC
  • Roberts Vinicius de Melo Reis IETEC

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2014v19n41p105

Resumo

O presente estudo tem por objetivo analisar as práticas de gestão do conhecimento adotadas no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IFMA, órgão da administração indireta do Poder Público. Trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva, utilizando-se o método quantitativo e como estratégia de pesquisa o estudo de caso. O instrumento utilizado para a coleta de dados foi o questionário que adotou o modelo de gestão do conhecimento proposto por Terra (2005). Os resultados obtidos possibilitaram verificar que as práticas de gestão do conhecimento no IFMA ainda se constituem um processo incipiente. São práticas isoladas associadas à gestão do conhecimento; apenas começam a ser discutidas com maior efetividade no momento atual. O estudo aponta que é condição fundamental para implantação do processo de Gestão do Conhecimento na administração pública o comprometimento da alta administração, o foco para uma política de desenvolvimento de recursos humanos, maior transparência, uso e compartilhamento de tecnologia de informação e comunicação e principalmente um olhar dirigido ao cidadão/cliente/consumidor/parceiro. Esse comprometimento deve repercutir no sentido de unir esforços a fim de incentivar as melhores práticas de gestão do conhecimento na administração pública.

Biografia do Autor

Nilzete Melo Lima, IFMA

IFMA

Fabricio Ziviani, Universidade FUMEC

Doutor em Ciência da Informação pela Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (2012). Mestre em Administração Pública pela Escola de Governo da Fundação  João  Pinheiro  (2005) e graduado em Administração. 

Roberts Vinicius de Melo Reis, IETEC

IETEC

Referências

BASTOS, A.; GONDIM, S.; LOIOLA, E. Aprendizagem organizacional versus organizações que aprendem: características e desafios que cercam essas duas abordagens de pesquisa. RAUSP, v. 39, n. 3, São Paulo, p. 220 – 230, 2004.

BATISTA, F. F.; et al. Gestão do conhecimento na administração pública. Documento para discussão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Brasília, 2005. Disponível em: <http://www.ipea.gov.br/pub/td/2005/td_1095.pdf>. Acesso em: 20 nov.. 2012.

BATISTA, F. F. O governo que aprende: gestão do conhecimento em organizações do

executivo federal. Brasília: Ipea (Texto para Discussão n. 1022).

DAVENPORT, T; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

FERREIRA, Michelle Karen de Brunis. As novas configurações da gestão pública: comunicação, conhecimento e pessoas. Disponível em: http//www.faac.unesp.br/publicações/anais-comunicação/textos/34.pdf. Acesso em: 20 jun. 2012.

FIGUEIREDO, Saulo Porfírio. Gestão do conhecimento: estratégias competitivas para a criação e mobilização do conhecimento na empresa: descubra como alavancar e multiplicar o capital intelectual e o conhecimento da organização. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2005.

GELMAN, Andrew; JENNIFER, Hill. Data analysis using regression and multilevel/hierarchical models. New York: Cambridge University Press, 2007.

NONAKA, Ikujiro; TAKEUCHI, Hirotaka. Criação de conhecimento na empresa: como as empresas geram a dinâmica da inovação. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

RODRIGUEZ, M. V. R. Gestão empresarial: organizações que aprendem. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2002.

SIEGAL; CASTELLAN. Estatística não paramétrica para ciências do comportamento. 2006.

TERRA, J.C.C. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 5. ed. São Paulo. Negócio Editora. 2005.

________. Gestão do conhecimento na administração pública. Brasília, DF: IPEA, 2005.

WllG, Karl M. Application of knowledge management in public administration. Paperprepared for public administrations of the city of Taipei, Taiwan, ROC, 2000. Disponível em: www.krii.com/downloadslkm in publicadmin rev.pdf. Acesso em: 10 maio 2011.

Downloads

Publicado

2014-12-05

Como Citar

LIMA, . M.; ZIVIANI, .; REIS, . V. de M. Estudo das práticas de gestão do conhecimento no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 19, n. 41, p. 105–126, 2014. DOI: 10.5007/1518-2924.2014v19n41p105. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/1518-2924.2014v19n41p105. Acesso em: 28 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigo