Avanços teórico-empíricos na comparação entre Teoria da Ontologia e Teoria da Terminologia

Autores

  • Elisângela Cristina Aganette PPGCI-ECI/UFMG – Belo Horizonte - MG
  • Maurício Barcellos Almeida PPGCI-ECI/UFMG – Belo Horizonte - MG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n44p3

Palavras-chave:

Terminologia, Ontologia Aplicada, Representação, Sistemas de Organização do Conhecimento

Resumo

A complexidade de certos domínios do conhecimento, como a Biomedicina, demanda a aplicação de teorias e técnicas de representação avançadas, as quais são objeto de pesquisa no campo da Organização do Conhecimento. A Teoria da Terminologia e a Teoria da Ontologia Aplicada são exemplos de teorias amplamente utilizadas em Biomedicina para fundamentar a representação e construir sistemas de organização do conhecimento. O presente artigo descreve e compara os diferentes “dialetos” adotados pelas duas teorias nos processos de definir e de relacionar entidades. De forma a evidenciar as diferenças e as similaridades entre as duas teorias, apresenta-se um caso prático real no escopo de um projeto científico, no qual são criadas definições para entidades biomédicas. Os resultados demonstram a existência de convergência entre as duas teorias, ainda que algumas questões permaneçam em aberto. Espera-se contribuir para um melhor entendimento das duas teorias, bem como auxiliar ao profissional da informação em sua aplicação prática.

Biografia do Autor

Elisângela Cristina Aganette, PPGCI-ECI/UFMG – Belo Horizonte - MG

Doutoranda do PPGCI-ECI/UFMG

Maurício Barcellos Almeida, PPGCI-ECI/UFMG – Belo Horizonte - MG

Pós-Doutor pela State University of New York, Doutor em Ciência da Informação (UFMG), Mestre em Ciência da Informação (UFMG), Especialista em Administração (UNA), Especialista em Engenharia de Software (PUCMINAS), graduado em Engenharia Civil (UFMG). Atualmente é Professor Associado do PPGCI-UFMG, , onde mantém pesquisas em Representação do Conhecimento. Os principais interesses de pesquisa são ontologia aplicada, sistemas de informação e modelos organizacionais.

Referências

AGANETTE, Elisângela; ALMEIDA, Mauricio; MENDONÇA, Fabrício. Teoria da Terminologia e Teoria da Ontologia: um comparativo baseado na criação de definições para termos. In: Anais... XIV ENANCIB, Belo Horizonte, 2014.

ALMEIDA, Mauricio. Revisiting Ontologies: A Necessary Clarification. Journal of the American Society of Information Science and Technology, v. 64, n. 8. p. 1682–1693, 2013.

ALMEIDA, Mauricio; PROIETTI, Anna Bárbara; AI, Jian; SMITH, Barry. The Blood Ontology: an ontology in the domain of hematology. Proceedings .... the International Conference of Biomedical Ontologies, Buffalo, 2011.

ALMEIDA, Mauricio. Notas de aula disciplina Ontologia Aplicada: elucidação sobre termos técnicos da teoria da Terminologia. Belo Horizonte: PPGCI-ECI/UFMG, 2014a

ALMEIDA, Mauricio. Notas de aula disciplina Ontologia Aplicada: elucidação sobre termos técnicos da teoria da Ontologia. Belo Horizonte: PPGCI-ECI/UFMG, 2014b

ALMEIDA, Mauricio. Notas de aula da disciplina Ontologia Aplicada: categorias básicas. PPGCI-ECI/UFMG. Belo Horizonte: PPGCI-ECI/UFMG, 2014c

ALMEIDA, Mauricio; SOUZA, Renato Rocha; FONSECA, Frederico. Semantics in the Semantic Web: a critical evaluation. Knowledge Organization Journal, vol. 38, n.3, p. 187-203, 2011.

BOULANGER, Jean-Claude. Alguns componentes linguísticos no ensino da terminologia. Ciencia da Informação, Vol 24, número 3, 1995

BLAIR, David. Wittgenstein, Language and Information: Back to the Rough Ground. Dordrecht: Springer, 2006.

CABRÉ, Teresa. La terminología: representación y comunicación. Elementos para una teoría de base comunicativa y otros artículos. Barcelona: Universitat Pompeu Fabra, 1999.

CABRÉ, Tereza. La terminología: Teoria, métodos, aplicaciones. Barcelona: Antártida, 1993.

CABRÉ, Tereza. Theories of terminology: their description, prescription and explanation. Terminology, v.9, n.2, p.163-200, 2003.

CAMPOS, Maria Luiza de Almeida. Linguagem Documentária: teorias que fundamentam sua elaboração. Niterói: EUFF, 2001.

FAULSTICH, Enilde. A socioterminologia na comunicação científica e técnica, 2006. Disponível em <http://cienciaecultura.bvs.br/> Acesso em 21/04/08.

GRENON, Pierre; SMITH, Barry. SNAP and SPAN: Towards Dynamic Spatial Ontology. Spatial Cognition and Computation, v.4, n.1, p.69-103, 2004.

GUARINO, Nicola. Formal Ontology in Information Systems. Proceedings... FOIS’98, Trento, 1998.

INTERNATIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION. ISO 704: Terminology work – Principles and methods. [S. l. : s. n.], 2009.

KRIEGER, Maria das Graças; FINATTO, Maria José Bocorny. Introdução à Terminologia. São Paulo: Contexto, 2004.

LARA, Marilda Lopez Ginez. Linguística documentária: seleção de conceitos. 2009. Tese (Livre-Docência em Análise Documentária) - Universidade de São Paulo, Escola de Comunicações e Artes, São Paulo, 2009.

LARA, Marilda Lopez Ginez. Novas relações entre Terminologia e Ciência da Informação na perspectiva de um conceito contemporâneo da informação, 2010. Disponível em: <http://www.dgz.org.br/ago06/Art_02.htm>. Acesso em 20 mar. 2010.

LOWE, Edward Jonathan. The four-category ontology: A metaphysical foundation for natural science. New York: Oxford University Press, 2007.

MACLEOD, Mary; RUBENSTEIN, Eric. Universals, 2005. Disponível em <http://www.iep.utm.edu/universa/> Acesso em 20 dez.2011.

SMITH, Barry. Beyond concepts: ontology as reality representation, 2004. Disponível em <http://www.ontology.buffalo.edu/ontology> Acesso em 10 de Junho de 2014.

MUNN, Katherine.; SMITH, Barry.Applied Ontology: an Introduction, 2008. Disponível em <http://ontology.buffalo.edu/AppliedOntology.pdf> Acesso em: 20 de abril de 2011.

SMITH, Barry. Introduction to the Logic of Definitions, 2013. Disponível em <http://www.slideshare.net/BarrySmith3/logic-ofdefinitions> Acesso em: 12 de maio de 2014.

SMITH, Barry; CEUSTERS, Werner; TEMMERMAN, Richard.Wüsteria. In: Proceedings... Medical Informatics Europe, Geneva, 2005.

SMITH, Barry. On substances, accidents and universals: In defence of a constituent ontology. Philosophical Papers, v. 26, n. 1, p.105-127, 1997.

SOWA, John. Ontology, 2000. Disponível em <http://www.jfsowa.com/ontology/>. Acesso em 20 de março de 2011.

SWARTZ, Normam. Definitions, Dictionaries, and Meanings, 1997. Disponível em <http://www.sfu.ca/~swartz/definitions.htm> Acesso em 12 de maio de 2010.

VICKERY, Brian. Ontologies. Journal of Information Science, v. 23, n. 4, p. 277-286, 1997.

WÜESTER, Eugene. Introduction to the General Theory of Terminology and Terminological Lexicography. Viena: Springer, 1979.

WÜSTER, Eugene. L' étude scientifique qénérale de la terminologie, zone frontalière entre la linguistique, la logique, l' ontologie, L' informatique et les sciences des chose. In: RONDEAU, G.; FELBER, E. (Org.). Textes choisis de terminologie. Québec: GIRSTERM, p. 57-114, 1981.

Downloads

Publicado

2015-11-16

Como Citar

Aganette, E. C., & Almeida, M. B. (2015). Avanços teórico-empíricos na comparação entre Teoria da Ontologia e Teoria da Terminologia. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 20(44), 3-24. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2015v20n44p3

Edição

Seção

Artigo