O uso das mídias sociais pelas bibliotecas universitárias com foco no marketing de relacionamento

Walqueline Silva Araújo, Júlio Afonso Sá Pinho Neto, Gustavo Henrique Araújo Freire

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2016v21n47p2

Faz uma reflexão sobre o uso das mídias sociais pelas bibliotecas universitárias como ferramenta para aplicação do marketing de relacionamento. Reflete sobre a necessidade de capacitação de pessoas para atuar nesse novo contexto das mídias sociais, visando garantir o desenvolvimento do potencial dessas tecnologias e sua utilização de forma eficiente. Conclui que a inserção das tecnologias digitais, como as mídias sociais, pelas bibliotecas universitárias, deve se constituir em um elemento essencial à modernização destas, principalmente no que diz respeito à comunicação organizacional, já que é capaz de dispor de um trabalho profissional nessa área diante de uma sociedade onde impera uma forte cultura virtual.


Palavras-chave


Mídias Sociais; Biblioteca Universitária; Marketing de Relacionamento

Texto completo:

PDF-A

Referências


BARRETO, Angela Maria. Informação e conhecimento na era digital. Transinformação, Campinas, 17(2): 111-122, maio/ago., 2005.

BARRETO, A. R. [et al.]. Manual de gestão de serviços de informação. Curitiba: TECPAR; Brasília: IBICT, 1997.

BATISTA, F.P.S. Gestão de marcas por meio das redes sociais: um estudo sobre a

utilização do Facebook. Dissertação (Mestrado em Administração) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.Disponívelem:http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-26102011-172523/publico/FlaviaPreussSiqueiraBatista.pdf. Acesso em 24-11-2014.

CASTELLS, M. A sociedade em rede. 11.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008. (A era da informação: economia, sociedade e cultura; v. 1) 698 p.

DUGAICH, Célia. Marketing de relacionamento nas instituições de ensino. In:

COLOMBO, Sônia Simões [et al]. Marketing educacional em ação: estratégias e ferramentas. Porto Alegre: Artmed / Bookman, 2005.

FUJITA, Mariângela S. L. Aspectos evolutivos das bibliotecas universitárias em ambiente digital na perspectiva da rede de bibliotecas da UNESP. In: Informação & Sociedade: estudos, João Pessoa, v. 15, n. 2, p. 97-112, jul./dez. 2005

FREIRE, Gustavo Henrique. Construindo relações horizontais na internet: estudo de usuários on line. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 14, n. 2, p. 217-235, jul./dez. 2004.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5a Ed. São Pau-

lo: Atlas, 1999. 206p.

GRACIOSO, F. Marketing: uma experiência brasileira. São Paulo: Cultrix, 1971.

GRONROOS, Christian. Marketing: gerenciamento e serviços. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

KOTLER, Philip. Marketing de A a Z. Rio de Janeiro: Campus,1992.

KOTLER, Philip. Marketing estratégico para instituições educacionais. São Paulo: Atlas, 1994.

KOTLER, Philip; ARMSTRONG, Gary. Princípios de marketing. 7.ed. Rio de Janeiro: LTC – Livros Técnicos e Científicos S.A., 1999.

LAINE, M.O.J. Key success factors of virtual communities. Dissertação (Mestrado emEngenharia) - Helsinki University of Technology, 2006.

LÉVY, Pierre. O que é o Virtual?.São Paulo: Editora 34, 1996, 2001.

MENOU, M. O profissional da informação para as bibliotecas universitárias do próximo século. In: SEMINÁRIO DE BIBLIOTECAS UNIVERSITÁRIAS, 11, Florianópolis, 24 a 28 abril 2000. Anais... Florianópolis: UFSC, 2000.

OCHI, Mara Sandra de Jesus Camargo. Marketing de relacionamento. Pós- Graduação. Centro Universitário de Franca (Uni-Facef). Franca, 2004.

OLIVEIRA, A. M. de. A internet como ferramenta Marketing nas Bibliotecas nas Bibliotecas. In: Informação & Informação. Londrina, v. 7, n. 2, p. 105-112, jul./dez. 2002.

PEPPERS, Don; ROGERS, Martha. Marketing um a um, marketing individualizado na era do cliente. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

PINHO, Júlio Afonso Sá de. As novas tecnologias da comunicação e informação diante da transversalidade entre natureza e cultura. Culturas midiáticas. João Pessoa, ano I, n.1, jul./dez. 2008.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, 2009.

RICHERS, R. O que é Marketing. 8.ed. São Paulo: Brasiliense, 1986.

SANTOS, D.A. Capital Social e redes sociais: a relevância do uso do Twitter por

empresários. (Trabalho de Conclusão de Curso) Comunicação Social – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

SILVA, C. C. M.; CONCEIÇÃO, M. R.; BRAGA, R. C. Serviço de coleções especiais da biblioteca da Universidade Federal de Santa Catarina: estágio curricular. Revista ACB: Biblioteconomia em Santa Catarina, v. 9, p. 134-140, 2004.

STONE, Merlin; WOODCOCK, Neil. Marketing de relacionamento. São Paulo: Littera Mundi, 1998.

VIEIRA, David Vernon, BAPTISTA, Sofia Galvão, CERVERÓ, Aurora Cuevas. As competências profissionais do bibliotecário 2.0 no espaço da biblioteca universitária: discussão da prática. Informação e sociedade: estudos, João Pessoa, v.23, n.2,p.45-58, maio / ago. 2013.

WEISSBERG, Jean-Louis. Paradoxos da teleinformática. In: PARENTE, André (org.).Tramas da rede: novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto Alegre: Sulina, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1518-2924.2016v21n47p2



Direitos autorais 2016 Walqueline Silva Araújo, Júlio Afonso Sá Pinho Neto, Gustavo Henrique Araújo Freire

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Enc. Bibli: R. Eletr. Bibliotecon. Ci. Inf., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1518-2924.

Conteúdos do periódico licenciados sob uma Licença Creative Commons 4.0 By  (mais informação)