O Profissional da Informação na Era do Big Data

Autores

  • Caio Saraiva Coneglian Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Paula Regina Ventura Amorim Gonçalez Universidade Estadual de Londrina (UEL)
  • José Eduardo Santarém Segundo Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n50p128

Palavras-chave:

Profissional da informação, Cientista de dados, Big data, Big data analytics

Resumo

Os profissionais da informação são desafiados a trabalhar com a rapidez imposta tanto pela geração de informação e de dados, quanto pela variedade de fontes em que elas se encontram, assim, sua atuação se apresenta como fundamental ao buscar a sinergia entre as necessidades de gestores e a expertise dos profissionais da computação.  Nesse cenário o objetivo deste trabalho é identificar e discutir a intersecção entre as funções executadas pelos administradores (gestores), cientistas da computação e dos profissionais da informação em ambientes de Big Data Analytics. A metodologia utilizada é de caráter qualitativo, sendo a pesquisa exploratória, visto que, partiu dos estudos da Ciência da Informação, do Profissional da Informação e do Big Data, para estabelecer um elo entre tais conceitos. Como resultado demonstra-se e descreve-se a atuação do profissional da informação em todas as fases da análise dos dados. Verificou-se uma intersecção entre a proposta de relacionamento entre os atores “Administrador”, “Profissional da Informação” e “Profissional da Computação”, com o chamado cientista de dados, em que devido a diferentes competências exigidas do cientista, conclui-se que tanto o profissional da informação quanto o profissional da computação podem se especializar nesta área, atuando em campos diferentes, mas complementares, fornecerão informações em cenários de Big Data auxiliando a tomada de decisões e agregando valores para as organizações.

Biografia do Autor

Caio Saraiva Coneglian, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Doutorando e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus Marília. Bacharel em Ciência da Computação no Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM).

Paula Regina Ventura Amorim Gonçalez, Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Professora Colaboradora do Departamento de Ciência da Informação na Universidade Estadual de Londrina (UEL). Doutora e Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus Marília. Bacharela em Biblioteconomia na  Universidade Estadual Paulista (UNESP) Campus Marília.

José Eduardo Santarém Segundo, Universidade de São Paulo (USP)

Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP-Marília/SP. Professor Doutor no Departamento de Educação, Informação e Comunicação, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP); Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília na linha de Informação e Tecnologia. Coordenador do GT8 - Informação e Tecnologia, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB).

Referências

ABELS, E. et al. Competencies for Information Professionals of the 21st Century. Special Libraries Association. 2003. Disponível em: <http://sla.org/wp-content/uploads/2013/01/0_LRNCompetencies2003_revised.pdf>. Acesso em: 24 mar. 2017

ALVARENGA, L. et al. Representação do conhecimento na perspectiva da ciência da informação em tempo e espaço digitais. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 8, n. 15, p. 18-40, 2003. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/download/1518-2924.2003v8n15p18/5233%3E>. Acesso em: 28 fev. 2017.

BARBALHO, C. R. S.; ROZADOS, H. B. F. Competências do profissional bibliotecário brasileiro: o olhar do Sistema CFB/CRBs. In: 2013.Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação, IX. Anais... 2008. Disponível em: <http://repositorios.questoesemrede.uff.br/repositorios/bitstream/handle/123456789/1840/Compet%EAncias%20-%20Barbalho.pdf?sequence=1>. Acesso em: 28 fev. 2017

BORKO, H. Information science: what is it? American documentation 19.1, 3-5, 1968.

BUCKLAND, M. K. Information as thimk. Jounal of the Americam Society for Information Scince. Nova York, v.45, n.5, p. 351-360, 1991

BUGEMBE, M. Finding Value in Data: Determining Where Data Science has The Greatest Impact. O’Reilly: Sebastopol, 2016.

DAVENPORT, T. H.; PATIL, D. J. Data scientist. Harvard business review, v. 90, p. 70-76, 2012.

FARIA, S. et al. Competências do professional da informação: uma reflexão a partir da Classificação Brasileira de ocupações. Ciência da Informação, Brasília, v.34, n.2, p. 26-33, maio/ago. 2005.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS. Riding the Waves or Caught in the Ride? Navigating the Evolving Information Environment. 2016. Disponível em: <http://trends.ifla.org/files/trends/assets/insights-from-the-ifla-trend-report_v3.pdf>. Acesso em: 28 fev. 2017

KAKHANI, M. K.; KAKHANI, S.; BIRADAR, S. R. Research Issues in Big Data Analytics. International Journal of Application or Innovation in Engineering & Management, Etmadpur, v. 2, n. 8, Aug. 2013. Disponível em: <http://www.ijaiem.org/volume2issue8/IJAIEM-2013-08-29-070.pdf>. Acesso em: 28 fev. 2017.

KATAL, A.; WAZID, M.; GOUDAR, R. H. Big data: issues, challenges, tools and good practices. In: IEEE Contemporary Computing (IC3), 6., 2013. Procceding… IEEE, 2013. p. 404-409. Disponível em: <http://www.stat.purdue.edu/~doerge/BIOINFORM.D/SPRING16/KatalWazidGoudar_2013.pdf>. Acesso em: 27 fev. 2017.

LE COADIC, Y. F. A Ciência da Informação. Brasília: Briquet de Lemos Livros, 1996 (Tradução do original de 1994).

MAYER-SCHÖNBERGER, V; CUKIER, K. Big data: A revolution that will transform how we live, work, and think. Boston: Houghton Mifflin Harcourt, 2013.

MARCONDES, C. H. Representação e economia da informação. Ciência da Informação, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 61-70, jan./abr. 2001.

MCAFEE, A.; BRYNJOLFSSON, E.. Big Data: the management revolution. Harvard Business Review, Brighton, v. 90, n. 10, p. 61-67, oct. 2012. Disponível em: <https://hbr.org/2012/10/big-data-the-management-revolution>. Acesso em: 28 fev. 2017.

PONJUÁN DANTE, G. Perfil del profesional de información del nuevo milenio. In: VALENTIN, M. L. P. (Org.). O profissional da informação: formação, perfil e atuação profissional. São Paulo: Polis, 2000. P. 91-105.

REZENDE, Y. Informação para negócios: os novos agentes do conhecimento e a gestão do capital intelectual. Ciência da Informação, Brasília, v.31, n. 2, p. 120-128, maio/ago. 2002.

RIBEIRO, C. J. S. Big Data: os novos desafios para o profissional da informação. Informação & Tecnologia, v. 1, n. 1, p. 96-105, 2014.

ROSENFELD, L. Information architecture: looking ahead. Journal of the American Society for Information Science and technology, 53 (10) 874-87, 2002.

RUSSOM, P. Big data analytics. TDWI Best Practices Report, Fourth Quarter, p. 1-35, 2011.

SAGIROGLU, S; SINANC, D. Big data: A review. In: Collaboration Technologies and Systems (CTS), 2013 International Conference on. IEEE, 2013. p. 42-47. Disponível em: <https://xa.yimg.com/kq/groups/72986399/1585974627/name/06567202.pdf>. Acesso em: 28 fev. 2017.

SANTOS, P. L. V. C. As tecnologias na formação do profissional da informação. In: Valentin, M. l. P. (Org.). Profissionais da informação: formação, perfil e atuação profissional. São Paulo: Polis, 2000, p 103 -116.

SANTOS, P. L. V. A. C. As novas tecnologias na formação do profissional da informação. In: Valentin, M.L (Org.). Formação do Profissional da Informação. São Paulo: Polis 2002. P.103-116.

SANTOS, P. L. A. C.; VIDOTTI, S. A. B. G. Perspectivismo e tecnologias de informação e comunicação: acréscimos à Ciência da Informação. DataGramaZero: revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v. 10, n. 3, 2009.

SARACEVIC, T. Interdisciplinary nature of information science. Ciência da Informação. vol. 24, n. 1, 1995. Disponível em: <http://www.brapci.ufpr.br/brapci/_repositorio/2010/03/pdf_dd085d2c4b_0008887.pdf> . Acesso em: 27 fev. 2017.

TAURION, C. Big data. Rio de Janeiro: Brasport, 2013.

VALENTIM, M. L. P. Equipes multidisciplinares na gestão da informação e conhecimento. In. BAPTISTA, S. G.; MULLER, S. P. M. (Orgs.) Profissional da informação: o espaço de trabalho. Brasília: Thesaurus, 2004. Cap. 7, p. 154-176.

VAN DER AALST, W. M. P. Data scientist: The engineer of the future. In:Enterprise Interoperability VI. Springer International Publishing, 2014. p. 13-26.

ZIKOPOULOS, P. et al. Understanding big data: Analytics for enterprise class hadoop and streaming data. New York: McGraw-Hill, 2011. Disponível em: <http://www.bdvc.nl/images/Rapporten/ibm-understanding-big-data.pdf>. Acesso em: 28 fev. 2016.

Downloads

Publicado

2017-09-06

Como Citar

Coneglian, C. S., Gonçalez, P. R. V. A., & Santarém Segundo, J. E. (2017). O Profissional da Informação na Era do Big Data. Encontros Bibli: Revista eletrônica De Biblioteconomia E Ciência Da informação, 22(50), 128-143. https://doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n50p128