A representação descritiva nas perspectivas do século XXI um estudo evolutivo dos modelos conceituais

Autores

  • Elisângela Cristina Aganette Universidade Federal de Minas Gerais
  • Livia Marangon Duffles Teixeira UFMG
  • Karina de Jesus Pinto Aganette UFMG

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2017v22n50p176

Palavras-chave:

Representação descritiva, Catalogação, Modelos conceituais

Resumo

A representação descritiva, ou catalogação, é vista como um processo de decisão multidimensional que estrutura e padroniza os diferentes aspectos de um item informacional, tornando-o único e passível de recuperação e uso. O presente artigo cujo objetivo principal consiste em analisar alguns modelos conceituais e sua evolução no que tange à representação da informação enfatiza o estudo da representação descritiva. Apresenta ainda suas características ao lidar com propostas e tendências atuais do século XXI, evidenciando a importância de cada modelo conceitual e suas possibilidades da integração em ambientes virtuais. Busca-se levantar e analisar os principais modelos conceituais utilizados pela Biblioteconomia e Ciência da Informação. Os resultados obtidos permitirão uma visão ampla a respeito da evolução dos modelos conceituais e uma compreensão da representação descritiva no atual contexto das tecnologias em rede, que se apresenta ágil, simples e constantemente atualizável.  Outras contribuições podem ser identificadas, como melhorar o entendimento da área de representação descritiva, suas relações e modelos além de fornecer subsídios para auxiliar o Cientista da Informação na representação da realidade.

Biografia do Autor

Elisângela Cristina Aganette, Universidade Federal de Minas Gerais

Elisângela Aganette
Professora Adjunta 
Doutora em Ciência da Informação
Escola de Ciência da Informação, ECI/UFMG
DOTI - Departamento Organização e Tratamento da Informação

Livia Marangon Duffles Teixeira, UFMG

Doutoranda em Ciência da Informação

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha, Belo Horizonte - MG

99191-1834


Karina de Jesus Pinto Aganette, UFMG

Graduanda em Biblioteconomia

Universidade Federal de Minas Gerais

Av. Pres. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha, Belo Horizonte - MG

992902671



Referências

GUINCHAT, C.; MENOU, M. Introdução geral às ciências e técnicas da informação e documentação. Brasília: IBICT, 1994.

INTERNATIONAL FEDERATION OF LIBRARY ASSOCIATIONS AND INSTITUTIONS. Study Group on the Functional Requirements for Bibliographic Records. Functional requirements for bibliographic records: final report. 2009. Disponível em: <http://www.ifla.org/files/assets/cataloguing/frbr/frbr_2008.pdf> . Acesso em: 02 nov. 2016.

LANCASTER, F. W. A prática da indexação. In: Indexação e resumos: teoria e prática. 2. ed. Brasília: Briquet de Lemos, 2004. Cap. 3, p. 20-41

LÉVY, Pierre. Desenvolvimento humano e unidade das ciências. In: Universo do conhecimento: Planeta terra: um olhar transdisciplinar. 2005, São Paulo. Palestra, Universidade São Marcos.

LOURENÇO, C. de A. L. Modelagem de dados como ferramenta de análise de padrões de metadados em bibliotecas digitais: o padrão de metadados brasileiro para teses e dissertações segundo o modelo entidade-relacionamento. 2005. 161 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

MACULAN, B. C. Representação descritiva: perspectivas no Sec. XXI. Belo Horizonte: PPGCI-ECI/UFMG, 2013. Material Didático, não publicado.

MARCONDES, C. H. Representação e economia da informação. Ciência da informação, Brasília, v. 30, n. I, p. 61-70, 2001. Disponível em: <http://wotan.liu.edu/dois/data/Articles/juljqbfchy:2001:v:30:i:1:p:3497.html>. Acesso em: 21 fev. 2016.

MEY, E. S. A. Introdução à catalogação. Brasilia: Briquet de Lemos/Livros, 1995.

MEY, E. S. A., e SILVEIRA, N. C. (2010). Considerações teóricas aligeiradas sobre a catalogação e sua aplicação. InCID: Revista Ciência da Informação e Documentação, 1(1), 125-137.

MEY. E. S. A. Catalogação e descrição bibliográfica: contribuições a uma teoria. Brasília: ABDF, 1987.

MEY, Eliane Serrão Alves. Algumas questões sobre o ensino da representação descritiva, ou a catalogação na berlinda. 2005. Disponível em: <http://www.ofaj.com.br/textos_conteudo_print.php?cod=35>. Acesso em: 21 mar. 2016.

MICHAUD, Claude. Modelos e conhecimento In TARAPANOFF (org.). Inteligência, informação e conhecimento. Brasília: IBICT, 2006. pp. 211-239.

FERREIRA, V. A.; SILVA, M. R. Inquietações sobre o ensino de catalogação. In: IX EIC - ENCONTRO INTERNACIONAL DE CATALOGADORES, 2013, Rio de Janeiro. Anais... . Rio de Janeiro: -, 2013. p. 1 - 16. Disponível em: <http://www.abinia.org/catalogadores/60-206-1-PB.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2016.

TAYLOR C. An Introduction to Metadata. 1999. Disponível em: <http://www.library.uq.edu.au/iad/ctmeta4.html>. Acesso em: 21 fev. 2016.

Downloads

Publicado

2017-09-06