Popularização científica e desinformação: reflexões a partir das percepções públicas da ciência

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2022.e85326

Palavras-chave:

Comunicação da ciência, Covid-19, Desinformação, Popularização da ciência

Resumo

Objetivo: Discutir acerca da popularização científica a partir do que é evidenciado no relatório da Article 19 e nas percepções públicas da Ciência e Tecnologia salientadas nos estudos do Centro de Gestão Estratégica e da Wellcome Trust. Pretende entender de que forma popularizar a ciência pode amenizar as situações visualizadas nos estudos supracitados, especialmente quando se trata da desinformação e da crise sanitária ocasionada pela Covid-19.

Método: Utiliza a pesquisa bibliográfica e documental, de nível exploratório e com abordagem qualitativa, e para a análise dos dados a análise de conteúdo. Faz uso dos relatórios The Global Expression Report 2020, da Article19,  Wellcome Global Monitor 2018, da Wellcome Trust, e Percepção pública da C&T no Brasil – 2019, do Centro de Gestão Estratégica.

Resultados: Identifica as relações entre o conhecimento sobre ciência, condições socioeconômicas e acesso à internet, bem como entre a comunicação e a confiança na ciência. Acerca da desinformação, percebe que pode ter seus efeitos diminuídos a partir da disseminação dos resultados dos estudos, especialmente ao se colocar sob o crivo da apropriação das informações a partir das ações de popularização científica.

Conclusões: A popularização científica pode ser um instrumento significativo no combate à desinformação e, ao promover a apropriação das informações científicas pela população em geral, auxilia sobremaneira no desenvolvimento social. Interpreta-se que preparar os sujeitos cognoscentes é a forma mais eficaz de controle das informações falsas e prejudiciais ao convívio social, com destaque para o contexto da Covid-19.

Biografia do Autor

Andreza Pereira Batista, Universidade Federal do Ceará

Mestranda em Ciência da Informação. Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, Fortaleza, Brasil.

Gabriela Belmont de Farias, Universidade Federal do Ceará

Doutora em Ciência da Informação. Professora adjunta do curso de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências da Informação, Fortaleza, Brasil.

Jefferson Veras Nunes, Universidade Federal do Ceará

Doutor em Ciência da Informação. Professor adjunto do curso de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal do Ceará, Departamento de Ciências da Informação, Fortaleza, Brasil.

Referências

ARTICLE 19. Relatório Global de Expressão 2020/2021: o estágio da liberdade

de expressão ao redor do mundo. Sumário executivo em português. Brasil: Artigo 19, 2021a. 18 p. Disponível em: https://artigo19.org/wp-content/blogs.dir/24/files/2021/07/RG-Expressao-2021-corrigido-11-1.pdf. Acesso em: 02 ago. 2021.

ARTICLE 19. The Global Expression Report 2021: the state of freedom of expression around the world. Londres: Article 19, 2021b. 171 p. Disponível em: https://www.article19.org/gxr-2021/. Acesso em: 02 ago. 2021.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BEMBEM, A. H. C. A ciência da informação e os espaços antropológicos: uma aproximação possível? São Paulo: Cultura Acadêmica, 2013. 140 p. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/109289. Acesso em: 10 ago. 2021.

BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma cosmologia clínica do campo científico. São Paulo: Editora UNESP, 2004. 86 p.

CARIBÉ, R. de C. do V. Comunicação científica: reflexões sobre o conceito.

Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v. 25, n. 3, p. 89-104, set./dez. 2015. Disponível em:

https://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ies/article/view/23109. Acesso em: 10 ago. 2021.

CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS – CGEE. Percepção pública da C&T no Brasil – 2019. Resumo executivo. Brasília: Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, 2019. 24 p. Disponível em: https://www.cgee.org.br/web/percepcao/home. Acessoem: 23 ago. 2021.

COOKE, N. A. Posttruth, truthiness, and alternative facts: information behavior and critical information consumption for a new age.The Library Quarterly, Chicago, v. 87, n. 3, p. 211-221, jul. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1086/692298. Acesso em: 04 jul. 2022.

FALLIS, D. A conceptual analysis of disinformation. In: iCONFERENCE, 2009, Chapel Hill. Proceedings of [...]. Chapel Hill: iSchools, 2009. 8 p. Disponível em: http://hdl.handle.net/2142/15205. Acesso em: 31 ago. 2021.

FARIAS, M. G. G.; LIMA, J. S. Iniciativas nacionais e internacionais para a popularização da ciência. In: FARIAS, M. G. G.; PINTO, V. B. (org.). Ciência da informação em contextos. Fortaleza: Imprensa Universitária, 2020. 252 p. p. 17-45. Disponível em: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/54841. Acesso em: 13 mar. 2021.

FOUCAULT, M. A ordem do discurso: aula inaugural no College de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo: Edições Loyola, 1999. 79 p.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 200 p.

MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Metodologia do trabalho científico: procedimentos básicos, pesquisa bibliográfica, projeto e relatório, publicações e trabalhos científicos. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2013. 225 p.

MOTTA-ROTH, D. Popularização da ciência como prática social e discursiva. Coleção HiperS@beres, Santa Maria, v. 1, p. 130-195, nov. 2009. Disponível em:

http://w3.ufsm.br/hipersaberes/volumeI/textos/t9.pdf. Acesso em: 04 jul. 2022.

MUELLER, S. P. M. Popularização do conhecimento científico. DataGramaZero – Revista de Ciência da Informação, [s.l.], v. 3, n. 2, p. 1-7, abr. 2002.

OLIVEIRA, J. M. de. Ciência e divulgação científica: reflexões sobre o processo de produção e socialização do saber. Caligrama, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 1-20, abr. 2007. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/caligrama/article/view/64898. Acesso em: 20 ago. 2021.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. Disponível em: https://www.feevale.br/institucional/editora-feevale/metodologia-do-trabalho-cientifico---2-edicao. Acesso em: 06 ago. 2021.

RUIZ ZAFÓN, C. O labirinto dos espíritos. São Paulo: Suma, 2017. 784p.

SANTOS, B. de S. Um discurso sobre as ciências. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2008. 92p.

SILVEIRA, D. T.; CÓRDOVA, F. P. A pesquisa científica.In:GERHARDT, T. E.; SILVEIRA, D. T. (org.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

p.

TARGINO, M. das G.; TORRES, N. H. Comunicação Científica além da ciência. Ação Midiática: Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura, [s.l.], n. 7, p. 1-12, jul. 2014. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/acaomidiatica/article/view/36899. Acesso em: 17 jun. 2021.

VIGNOLI, R. G.; RABELLO, R.; ALMEIDA, C. C. Informação, misinformação, desinformação e movimentos antivacina: materialidade de enunciados em regimes de informação. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Florianópolis, v. 26, p. 1-31, 2021. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/153162. Acessoem: 01 set. 2021.

WELLCOME TRUST. Wellcome Global Monitor 2018: how does the world feel aboutscience and health? London: Gallup, 2019. 131 p. Disponível em:

https://wellcome.org/reports/wellcome-global-monitor/2018. Acesso em: 16 jan. 2021.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. An ad hoc WHO technical consultation

managing the COVID-19 infodemic: call for action. Relatório executivo. Geneva: WHO, 2020. 46 p. Disponível em:

https://www.who.int/publications/i/item/9789240010314. Acesso em: 31 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2022-11-04

Como Citar

PEREIRA BATISTA, .; BELMONT DE FARIAS, . .; VERAS NUNES, . . Popularização científica e desinformação: reflexões a partir das percepções públicas da ciência. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 27, n. 1, 2022. DOI: 10.5007/1518-2924.2022.e85326. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/85326. Acesso em: 7 fev. 2023.