Investigação, curadoria e preservação digitais: modelo colaborativo entre o CHAM – Centro De Humanidades e o Núcleo de Desenvolvimento Digital da Investigação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1518-2924.2024.e94319

Palavras-chave:

Pesquisa, Preservação digital, Curadoria digital, Dados científicos, Cooperação

Resumo

Objetivo: Este artigo pretende descrever uma experiência intraorganizacional de cooperação estratégica, refletindo sobre os fatores críticos de sucesso no desenvolvimento de políticas de preservação e curadoria digitais envolvendo instituições de ensino superior e centros de investigação.

Método: São consideradas duas perspectivas qualitativas no estudo de caso: a practice turn e a perspectiva do estudo do comportamento e práticas informacionais para estudar a estratégia e as interações informacionais do modelo de colaboração desenvolvido entre um centro de investigação (CHAM – Centro de Humanidades) e a equipa especializada do Núcleo de Desenvovlvimento Digital da Investigação (NDDI) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Foram utilizados métodos como a análise documental, a observação e a análise de práticas informacionais.

Resultado: O modelo de colaboração é analisado nas suas características estratégicas e práticas informacionais: diálogo ativo e contínuo entre a comunidade de investigadores, suportada por atividades de coaching do NDDI, focalizadas na obtenção de um consenso generalizado, mas flexível em torno da investigação, curadoria e preservação digitais. A sua implementação resulta de uma estratégia Top-down, garantindo o apoio organizacional e a governança da informação, e Bottom-up, constituindo um processo conduzido pela comunidade, desenvolvendo duas ações interrelacionadas: uma experiência piloto de teste de gestão de dados e a avaliação conjunta dos sites de projetos de investigação com recomendações para a sua sustentabilidade, interoperabilidade, preservação e curadoria digitais.

Conclusões: A construção da estratégia centrada na reflexão crítica partilhada perspectiva soluções conjuntas e sinergias para a construção de políticas de preservação digital participativas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Ochôa, Universidade Nova de Lisboa

Professora Auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Investigadora integrada no CHAM-Centro de Humanidades, onde coordena a Linha Paradigma Digital. Coordena o Mestrado em Património e o Mestrado em Curadoria e Humanidades Digitais. Investiga as áreas de gestão e comportamento organizacional, sustentabilidade da informação e transição digital.

Ângela Salgueiro, Universidade Nova de Lisboa

Técnica superior no Núcleo de Desenvolvimento Digital da Investigação da Divisão de Informática e Transformação Digital da NOVA FCSH. É investigadora integrada do Instituto de História Contemporânea (IHC-Universidade de Évora/NOVA FCSH e IN2PAST) desde 2007 e colaboradora da Infraestrutura ROSSIO – Ciências Sociais, Artes e Humanidades, desde 2019. Doutorada em História, em 2016 recebeu o Prémio Fundação Mário Soares - Fundação EDP pela sua tese de doutoramento em História Contemporânea ("Ciência e Universidade na I República"). Foi bolseira de pós-doutoramento em História e Filosofia da Ciência na Universidade de Évora. Tem como principais áreas de trabalho a História Contemporânea, História e Filosofia da Ciência, Humanidades Digitais, Ciência Aberta e Gestão de Dados de Investigação.

Bruno Almeida, Universidade Nova de Lisboa

Técnico Superior na NOVA FCSH, integrando desde abril de 2022 o Núcleo de Desenvolvimento Digital da Investigação da Divisão de Informática e Transformação Digital. Membro integrado do Centro de Linguística da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA CLUNL) desde novembro de 2014. Foi bolseiro de investigação na Infraestrutura ROSSIO – Ciências Sociais, Artes e Humanidades (2020-2022). Completou um doutoramento em cotutela entre a Universidade NOVA de Lisboa e a Communauté Université Grenoble Alpes (COMUE UGA) em setembro de 2019 (Doutor em Linguística pela NOVA; Doutor em Ciências da Informação e da Comunicação pela COMUE UGA). Os seus interesses de investigação incluem a linguística e a ciência da informação, especialmente terminologia, organização do conhecimento e humanidades digitais.

Silvana Roque de Oliveira, Universidade Nova de Lisboa

Investigadora integrada do CHAM – Centro de Humanidades da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, colaboradora do CEIS20 – Centro de Estudos Interdisciplinares da Universidade de Coimbra e formadora da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Profissionais da Informação e Documentação. É doutorada em Ciência da Informação pela Universidade de Coimbra. Atualmente os seus interesses de pesquisa centram-se na comunicação científica, transição digital, bibliometria e avaliação responsável da ciência.

Rui Araújo, Universidade Nova de Lisboa

Doutorado em Musicologia - Música Antiga pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa em 2019 numa tese que se debruçou sobre as continuidades musicais entre as Cantigas e o repertório da música renascentista ibérica, principalmente nos vilancetes. Colaborou como assistente de investigação num projeto do CESEM (Centro de Investigação em Sociologia e Estética da Música) relativo às Cantigas de Santa Maria (POCTI/EAT/38623/2001) e foi investigador associado ao projeto “Musical Interchange, 1100-1650: A circulação da música antiga na Europa e no estrangeiro nas fontes ibéricas e ibéricas”, PTDC/EAT-MMU/105624/2008. Também desenvolveu várias bases de dados no CESEM, no âmbito das suas funções como Técnico de Investigação Informática. Estudou também no Porto, como músico, na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo no Departamento de Música Antiga, na área dos instrumentos de cordas dedilhadas (Alaúde, Teorba e Viola de mão), focando-se na música da Península Ibérica e trabalhando com vários agrupamentos de Música Antiga de nome Américantiga e Tagus Ensemble, interpretando Música Medieval, Renascentista e Barroca. Atualmente é o Coordenador do Núcleo de Desenvolvimento Digital da Investigação da NOVA FCSH, cujo objectivo é apoiar as Unidades de Investigação da faculdade na Transformação Digital no âmbito das Humanidades Digitais.

Referências

BEAGRIE, N. The JISC digital preservation focus and the digital preservation coalition. New Review of Academic Librarianship, [s. l.], v. 6, n. 1, p. 257–267, 2000. Disponível em: http://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/13614530009516815. Acesso em: 30 abr. 2023.

BURNETTE, M.; WILLIAMS, S.; IMKER, H. From Plan to Action: Successful Data Management Plan Implementation in a Multidisciplinary Project. Journal of eScience Librarianship, [s. l.], v. 5, n. 1, p. e1101, 2016. Disponível em: https://publishing.escholarship.umassmed.edu/jeslib/article/id/409/. Acesso em: 30 abr. 2023.

CARVALHO, R. A. . Arquive-se: uma viagem pelos arquivos nacionais. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos, 2019.

CERTEAU, M.. The practice of everyday life. Berkeley: University of California Press, 1984.

COX, A. M. An exploration of the practice approach and its place in information science. Journal of Information Science, [s. l.], v. 38, n. 2, p. 176–188, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0165551511435881. Acesso em: 30 abr. 2023.

DIGITAL PRESERVATION COALITION. Digital Preservation Handbook. 2nd. ed. [s.l: s.n.], 2015.Disponível em: https://www.dpconline.org/handbook. Acesso em: 30 abr. 2023.

DRESSEL, W. F. Research Data Management Instruction for Digital Humanities. Journal of eScience Librarianship, [s. l.], v. 6, n. 2, 2017. Disponível em: https://publishing.escholarship.umassmed.edu/jeslib/article/id/346/. Acesso em: 30 abr. 2023.

EDDY, P. L. Partnerships and collaborations in higher education. Em: ASHE higher education report. San Francisco, CA: Jossey-Bass, 2010. v. 38.2p. 1–15.

FREEMAN, R. E.; PHILLIPS, R.; SISODIA, R. Tensions in Stakeholder Theory. Business & Society, [s. l.], v. 59, n. 2, p. 213–231, 2020. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0007650318773750. Acesso em: 16 mar. 2023.

FREITAS, M. C. V. ; CORUJO, L.; SOUSA, D. S. S. . Projeto Comum de Gestão Documental nas Universidades Portuguesas: harmonização e estabilização do vocabulário. Em: 12o CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS: LIGAR, TRANSFORMAR, CRIAR VALOR 2015, Anais... : Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, 2015. Disponível em: https://publicacoes.bad.pt/revistas/index.php/congressosbad/article/view/1441. Acesso em: 16 mar. 2023.

FREITAS, M. C. V. De; CORUJO, L.; SOUSA, D. S. S. De. O Projeto Comum de Gestão Documental nas Instituições de Ensino Superior Portuguesas: da produção à aprovação dos instrumentos de trabalho. Em: 1aCONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE GESTÃO DE INFORMAÇÃO E ARQUIVOS. Albergaria-a-Velha, Portugal Disponível em: https://eventos.bad.pt/wp-content/uploads/2018/01/CIGIA_COM_03.pdf Acesso em: 30 abr. 2023.

GRÁCIO, J. C. A.; FADEL, B.; VALENTIM, M. L. P. Preservação digital nas instituições de ensino superior: aspectos organizacionais, legais e técnicos. Perspectivas em Ciência da Informação, [s. l.], v. 18, n. 3, p. 111–129, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/pci/article/view/22875. Acesso em: 28 abr. 2023.

GUANDALINI, C. A.; FURNIVAL, A. C. M.; ARAKAKI, A. C. S. Boas práticas científicas na elaboração de planos de gestão de dados. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, [s. l.], v. 17, p. e019034, 2019. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8655895. Acesso em: 31 jul. 2023.

GUIRLET, M.; BONGI, G.; POINT, E.; URVOY, G.; SCHNEIDER, R. Proposal for a Maturity Continuum Model for Open Research Data. International Journal of Digital Curation, [s. l.], v. 17, n. 1, p. 6, 2022. Disponível em: http://www.ijdc.net/article/view/821. Acesso em: 30 abr. 2023.

HARVEY, R. Digital Curation: A How-To-Do-It Manual. New York: Neal-Schuman, 2010.

HASSAN, N. R.; MATHIASSEN, L. Distilling a body of knowledge for information systems development: Distilling an ISD body of knowledge. Information Systems Journal, [s. l.], v. 28, n. 1, p. 175–226, 2018. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/isj.12126. Acesso em: 30 abr. 2023.

HUIZING, A.; CAVANAGH, M. Planting contemporary practice theory in the garden of information science. Information Research, [s. l.], v. 16, n. 14, p. paper 497, 2011. Disponível em: https://informationr.net/ir/16-4/paper497.html. Acesso em: 30 abr. 2023.

HUVILA, I. Use-Oriented Information and Knowledge Management: Information Production and Use Practices as an Element of the Value and Impact of Information. Journal of Information & Knowledge Management, [s. l.], v. 18, n. 04, p. 1950046, 2019. Disponível em: https://www.worldscientific.com/doi/abs/10.1142/S0219649219500461. Acesso em: 30 abr. 2023.

HUVILA, I.; ENWALD, H.; ERIKSSON-BACKA, K.; LIU, Y.-H.; HIRVONEN, N. Information behavior and practices research informing information systems design. Journal of the Association for Information Science and Technology, [s. l.], v. 73, n. 7, p. 1043–1057, 2022. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1002/asi.24611. Acesso em: 30 abr. 2023.

JOHNSTON, M. P. Secondary Data Analysis: A Method of which the Time Has Come. Qualitative and Quantitative Methods in Libraries, [s. l.], v. 3, n. 3, p. 619–626, 2014. Disponível em: https://www.qqml-journal.net/index.php/qqml/article/view/169 Acesso em: 30 abr. 2023.

JONES, M. The digital preservation coalition. VINE, [s. l.], v. 34, n. 2, p. 84–86, 2004. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/03055720410531031/full/html. Acesso em: 30 abr. 2023.

JONES, S.; PRYOR, G.; WHITE, A. How to Develop Research Data Management Services - a guide for HEIsEdinburgh: Digital Curation Centre, 2013. Disponível em: https://www.dcc.ac.uk/guidance/how-guides/how-develop-rdm-services. Acesso em: 30 abr. 2023.

KVALE, L.; PHARO, N. Understanding the Data Management Plan as a Boundary Object through a Multi-stakeholder perspective. International Journal of Digital Curation, [s. l.], v. 16, n. 1, p. 16, 2021. Disponível em: http://ijdc-test.journals.ed.ac.uk/ijdc/article/view/746. Acesso em: 30 abr. 2023.

LANGRAFE, T. de F.; BARAKAT, S. R.; STOCKER, F.; BOAVENTURA, J. M. G. A stakeholder theory approach to creating value in higher education institutions. The Bottom Line, [s. l.], v. 33, n. 4, p. 297–313, 2020. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/BL-03-2020-0021/full/html. Acesso em: 16 mar. 2023.

MAINARDES, E. W.; ALVES, H.; RAPOSO, M. Stakeholder theory: issues to resolve. Management Decision, [s. l.], v. 49, n. 2, p. 226–252, 2011. Disponível em: https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/00251741111109133/full/html. Acesso em: 16 mar. 2023.

MARI?, I. Stakeholder Analisys of Higher Education Institutions. Interdisciplinary Description of Complex Systems, [s. l.], v. 11, n. 2, p. 217–226, 2013. Disponível em: http://indecs.eu/index.php?s=x&y=2013&p=217-226. Acesso em: 16 mar. 2023.

MUSHI, G. E.; PIENAAR, H.; van DEVENTER, M. Identifying and implementing relevant research data management services for the library at the University of Dodoma, Tanzania. Data Science Journal, [s. l.], v. 19, 2020. Disponível em: https://datascience.codata.org/articles/10.5334/dsj-2020-001. Acesso em: 30 abr. 2023.

NICOLINI, D.; MONTEIRO, P. The practice approach in organizational and management studies. Em: LANGLEY, A.; TSOUKAS, H. (Eds.). The SAGE Handbook of Process Organization Studies. London: SAGE Publications, 2017.

OCHÔA, P. Gestão da informação e os desafios arquivísticos na NOVA FCSH: da avaliação da documentação acumulada à proteção de dados. Em: 2019, Coimbra. Anais... . Em: IX SEMINÁRIO DE SABERES ARQUIVÍSTICOS. Coimbra: Universidade de Coimbra, 2019. Disponível em: http://www.ufpb.br/evento/index.php/ixsesa/ixsesa/paper/viewFile/4657/2833. Acesso em: 30 abr. 2023.

PILEROT, O.; HAMMARFELT, B.; MORING, C. The many faces of practice theory in library and information studies. IR Information Research, [s. l.], v. 22, n. 1, 2017. Disponível em: https://www.informationr.net/ir/22-1/colis/colis1602.html. Acesso em: 30 abr. 2023.

PRÍNCIPE, P.; BOAVIDA, C.; RODRIGUES, E.; CARVALHO, J.; SARAIVA, R. Os investigadores em Portugal e a sua relação com o Acesso Aberto à produção científica. Em: RODRIGUES, E.; SWAN, A.; BAPTISTA, A. A. (Eds.). Uma Década de Acesso Aberto na UMinho e no Mundo. Braga: Universidade do Minho, Serviços de Documentação, 2013. p. 173–186.

PRÍNCIPE, P.; CORREIA, A.; MOURA, P. C. M.; RODRIGUES, E. Estratégia Institucional para a gestão de dados de investigação na UMINHO: o papel dos SDUM. Em: SUSTENTABILIDADE E TRANSFORMAÇÃO, 13. , 2018, Anais... . Em: CONGRESSO NACIONAL DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS. [s.l: s.n.] Disponível em: https://publicacoes.bad.pt/revistas/index.php/congressosbad/article/view/1812. Acesso em: 30 abr. 2023.

PRÍNCIPE, P.; SARAIVA, R.; BOAVIDA, C. P.; TRUTA, R.; RODRIGUES, E.; CARVALHO, J. Estudo sobre os dados científicos gerados no âmbito da investigação produzida na Universidade do Minho. Cadernos BAD, [s. l.], n. 2, p. 3–14, 2014. Disponível em: https://publicacoes.bad.pt/revistas/index.php/cadernos/article/view/1173. Acesso em: 30 abr. 2023.

ROSS. The Role of ERPANET in Supporting Digital Curation and Preservation in Europe. D-Lib Magazine, [s. l.], v. 10, n. 7/8, 2004. Disponível em: http://www.dlib.org/dlib/july04/ross/07ross.html. Acesso em: 30 abr. 2023.

SAVOLAINEN, R. Information Behavior and Information Practice: Reviewing the “Umbrella Concepts” of Information?Seeking Studies. The Library Quarterly, [s. l.], v. 77, n. 2, p. 109–132, 2007. Disponível em: https://www.journals.uchicago.edu/doi/10.1086/517840. Acesso em: 30 abr. 2023.

SAYÃO, L. F.; SALES, L. F. Curadoria digital: um novo patamar para preservação de dados digitais de pesquisa. Informação &Amp; Sociedade: Estudos, [s. l.], v. 22, n. 3, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/12224. Acesso em: 30 abr. 2023.

SILVA, G. M. ; GLÓRIA, A. C.; SALGUEIRO, Â. S.; ALMEIDA, B.; MONTEIRO, D.; FREITAS, M. R. ; FREIRE, N. ROSSIO Infrastructure: A Digital Humanities Platform to Explore the Portuguese Cultural Heritage. Information, [s. l.], v. 13, n. 2, p. 50, 2022. Disponível em: https://www.mdpi.com/2078-2489/13/2/50. Acesso em: 16 mar. 2023.

UNESCO. Recomendação da UNESCO sobre Ciência Aberta. Brasília: UNESCO Office Brasía, 2022. Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000379949_por. Acesso em: 28 abr. 2023.

VAN LOON, J. E.; AKERS, K. G.; HUDSON, C.; SARKOZY, A. Quality evaluation of data management plans at a research university. IFLA Journal, [s. l.], v. 43, n. 1, p. 98–104, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0340035216682041. Acesso em: 30 abr. 2023.

WHITTINGTON, R. Completing the Practice Turn in Strategy Research. Organization Studies, [s. l.], v. 27, n. 5, p. 613–634, 2006. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0170840606064101. Acesso em: 30 abr. 2023.

WILKINSON, M. D. et al. The FAIR Guiding Principles for scientific data management and stewardship. Scientific Data, [s. l.], v. 3, n. 1, p. 160018, 2016. Disponível em: https://www.nature.com/articles/sdata201618. Acesso em: 16 mar. 2023.

YARIME, M.; TRENCHER, G.; MINO, T.; SCHOLZ, R. W.; OLSSON, L.; NESS, B.; FRANTZESKAKI, N.; ROTMANS, J. Establishing sustainability science in higher education institutions: towards an integration of academic development, institutionalization, and stakeholder collaborations. Sustainability Science, [s. l.], v. 7, n. 1, p. 101–113, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11625-012-0157-5. Acesso em: 16 mar. 2023.

Publicado

2023-12-13

Como Citar

OCHÔA, Paula; SALGUEIRO, Ângela; ALMEIDA, Bruno; OLIVEIRA, Silvana Roque de; ARAÚJO, Rui. Investigação, curadoria e preservação digitais: modelo colaborativo entre o CHAM – Centro De Humanidades e o Núcleo de Desenvolvimento Digital da Investigação. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, [S. l.], v. 29, p. 01–21, 2023. DOI: 10.5007/1518-2924.2024.e94319. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/eb/article/view/94319. Acesso em: 27 maio. 2024.

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.