Eficácia sem razão [da matemática]

Danny Augusto Vieira Tonidandel

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2016v33n2p399

 

Em 2003, o matemático Americano Alex Kasman (2003) escreveu um belo conto de “ficção matemática” intitulado “Unreasonable Effectiveness”, uma das várias respostas existentes ao clássico artigo de Wigner (1960) “The unreasonable effectiveness of mathematics in the natural sciences”. Na versão de Kasman, uma pesquisadora acaba, acidentalmente, descobrindo a resposta para a questão de como uma nova teoria encontra, em algum momento, uma utilidade prática na ciência. Isto é, como resultados abstratos, construídos sem quaisquer alicerces no “mundo real”, acabam se tornando tão úteis, mesmo em áreas completamente diversas? Neste artigo é proposta uma tradução comentada deste delicioso ensaio, tanto como proposta não convencional de experiência didática quanto uma reflexão sobre os rumos do desenvolvimento científico, propiciados pela Matemática e Física. Como objetivo secundário, procura-se trabalhar a motivação do estudante na busca por soluções não triviais para problemas científicos e filosóficos.


Palavras-chave


Ensino de Física e Matemática; Filosofia da Ciência; Pensamento criativo

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2016v33n2p399

 


Cad. Bras. Ens. Fís. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-7941 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >