Caracterização dos focos de estudo da produção acadêmico-científica brasileira sobre experimentação no Ensino de Física

Autores

  • Fernanda Sauzem Wesendonk Doutoranda do Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Campus de Bauru
  • Eduardo Adolfo Terrazzan Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2016v33n3p779

Palavras-chave:

Revisão de literatura, Experimentação, Produções acadêmico-científicas, Periódicos acadêmico-científicos, Ensino de Física

Resumo

Neste artigo, apresentamos uma caracterização da produção acadêmico-científica recente sobre experimentação no Ensino de Física, em termos de focos e intenções de pesquisa, bem como de resultados construídos no âmbito dessas investigações. Para isso, utilizamos como fontes de informações 10 Periódicos Acadêmico-Científicos nacionais, com publicações disponíveis em websites. Identificamos, mediante consulta nesses periódicos, 147 trabalhos publicados no período de 2009 a 2013, que apresentavam como foco principal de investigação a experimentação. Classificamos os trabalhos identificados em categorias estabelecidas a priori e em subcategorias estabelecidas a posteriori. Ao final, constatamos que a frequência relativa de artigos que tratam sobre essa temática é baixa (9%). Além disso, na maior parte das produções não há um debate aprofundado de aportes teóricos referentes à utilização da experimentação no ensino. Isso faz com que a contribuição dessas produções para o desenvolvimento de discussões conceituais a respeito das potencialidades e das limitações de uso da experimentação no Ensino de Física seja relativamente pequena.

Biografia do Autor

Fernanda Sauzem Wesendonk, Doutoranda do Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", Campus de Bauru

Possui Mestrado em Educação para a Ciência pelo Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Bauru (2015) e Graduação em Licenciatura em Física pela Universidade Federal de Santa Maria (2012). Atualmente é aluna do curso de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Campus de Bauru. 

Eduardo Adolfo Terrazzan, Universidade Federal de Santa Maria

Possui graduação em Licenciatura em Física pela Universidade de São Paulo (1976), graduação em Bacharelado em Física pela Universidade de São Paulo (1978), mestrado em Ensino de Ciências (Modalidade Ensino de Física) pela Universidade de São Paulo (1985), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1994) e pós-doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2001-2002). Atualmente, é professor da Universidade Federal de Santa Maria, em Santa Maria/RS.

Downloads

Publicado

2016-12-15

Edição

Seção

Pesquisa em Ensino de Física