Um olhar sobre o programa de formação continuada de professores no Museu Dica: Memória e identidade

Autores

  • Sabrina Eleuterio Alves Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Uberlândia
  • Nilva Lúcia Lombardi Sales Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba
  • Silvia Martins Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Museu Dica – Diversão com ciência e Arte, Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7941.2021.e73326

Palavras-chave:

Formação de Professores, Museus de Ciências, Dialogicidade

Resumo

Os programas de formação continuada dos museus de ciências são espaços privilegiados para a abordagem de temas voltados à educação em ciências e à divulgação científica. Nesse contexto, este trabalho buscou compreender, por meio de uma pesquisa qualitativa, o processo de consolidação do programa de formação do Museu Dica, da Universidade Federal de Uberlândia e, dessa forma, evidenciar sua identidade. Esta pesquisa considerou sete cursos realizados neste programa, no período de 2011 a 2017, em que procuramos conhecer as potencialidades, fragilidades e desafios enfrentados por cada um. Percebemos que todos os cursos analisados, dentro de seus objetivos e limitações, contribuíram para o processo de amadurecimento do programa. Além disso, todos eles buscaram a valorização das experiências dos professores participantes e reflexões sobre suas práticas.

Biografia do Autor

Sabrina Eleuterio Alves, Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Uberlândia

Licenciada em Física pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Mestra em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal de Uberlândia. É professora de Física na Rede Estadual e professora de Informática no Colégio Tiradentes da Polícia Militar, na cidade de Uberaba. Supervisora do PIBID no Subprojeto de Física da UFTM. Atua, como parceira, no Programa de Formação Continuada do Museu DICA – UFU.

Nilva Lúcia Lombardi Sales, Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba

Bacharel e mestra em Física pela USP, licenciada em Física pela UFSCar e doutora em Ensino de Física pela USP. Já foi professora da Universidade Federal do Triângulo Mineiro e hoje é Professora do Departamento de Metodologia de Ensino da UFSCar. Atua na área de formação de professores de Física sobre uma perspectiva dialógica e problematizadora, em especial, com foco em temas de Física Moderna e Contemporânea.

Silvia Martins, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática, Museu Dica – Diversão com ciência e Arte, Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), é professora associada do Instituto de Física (Infis) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) desde 2002. É fundadora e coordenadora do Museu Dica – Diversão com Ciência e Arte, vinculado ao Infis, desde 2007. Tem experiência na área de ensino de ciências e Divulgação Científica, especialmente em pesquisas relacionadas a museus de ciências e formação inicial e continuada de professores.

Referências

ALVES, S. E.; MARTINS, S; SALES, N. S. O ensino por investigação no contexto das salas de aulas de Ciências: Relatos de experiências dialógicas na formação continuada de professores. In: ENCONTRO DE ENSINO DE CIÊNCIAS POR INVESTIGAÇÃO, São Paulo, 2017. Anais... 2017a.

ALVES, S. E.; SANTOS, S. M.; SALES, N. L. L. Relato de Experiência na formação de professores: A eletricidade a partir do ensino por investigação. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, XXII, Uberlândia, 2017. Anais... 2017b.

ALVES, S. E.; MARTINS, S; SALES, N. S. A eletricidade a partir do ensino por investigação: uma experiência dialógica na formação continuada de professores. Revista Experiências em ensino de ciências, v. 14, n. 1, 2019.

ARAÚJO, S. P. de. Tecnologia na educação: contexto histórico, papel e diversidade. In: JORNADA DE DIDÁTICA, IV / III SEMINÁRIO DE PESQUISA DO CEMAD, Londrina, 2017.

BRASIL, 1999. Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. Ministério da Educação/Secretaria da Educação Média e Tecnológica, Brasília, 1999.

BRUNO, C. A. indissolubilidade da pesquisa, ensino e extensão nos museus universitários. Cadernos de Sociomuseologia, [Sl], v. 10, n. 10, 1997.

CANDAU, J. Memória e Identidade. São Paulo: Contexto, 2011.

CARRASCOSA, J. Análise da Formação Continuada e Permanente dos professores de Ciências Ibero-Americanos. In: MENEZES, L. C. (Org). 174. Formação continuada de professores de ciências no contexto ibero-americano. Campinas, São Paulo: Autores Associados: NUPES, 1996.

CARVALHO, A. M. P. O ensino de ciências e a proposição de sequências de ensino investigativas. In: CARVALHO, A. M. P. (Org.) Ensino de ciências por investigação - Condições para implementação em sala de aula. São Paulo: Cengage Learning, 2013. cap.1.

CASASSANTA, P. C. O programa de formação continuada de professores do museu X1: Contribuições do primeiro curso temático sobre “leis de conservação”. 2015. Monografia. Universidade Federal de Uberlândia, Minas Gerais. Disponível em:

<http://www.infis.ufu.br/infis_sys/pdf/PRISCILA%20CASTILHO%20CASASSANTA.pdf?fbclid=IwAR0mgKJpv6SFAByTGyGQTpJNeA5XZMB059qMwJnkiyd8MLOsr_sGqUWiV7M>. Acesso em: 30 jan. 2019.

COX-PETERSEN, A.; MARSH, D. D.; KISIEL; MELBER, L. M. An investigation of guided school tours, student learning, and science reform: Recommendations at a museum of natural history. Journal of Research in Science Teaching, v. 40, p. 200-218, 2003.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J. A. Metodologia do ensino de ciências. São Paulo: Cortez, 1992.

FERREIRA, J. da S; SANTOS, J. H. dos. Modelos de Formação Continuada de Professores.: transitando entre o tradicional e o inovador nos macrocampos das práticas formativas. Cadernos de Pesquisa, [s.l.], v. 23, n. 3, p.1-15, 2016.

FREIRE, P. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa, São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005 (49º reimpressão).

FREIRE, P. Comunicação ou Extensão? Tradução: Rosika Darcy de Oliveira, 18. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2013.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GILBERT, J.; PRIEST, M. Models and discourse: A primary school Science class visit to a museum. Science Education, v. 81, p. 749-762, 1997.

International Council of Museums (ICOM). Definição de museus, 2015. Disponível em: <http://www.icom.org.br/?p=1863>.

JACOBUCCI, D. F. C. A Formação continuada de professores em Centros e Museus de Ciências no Brasil. 2006. 317f. Tese (Doutorado) - Universidade Estadual Campinas, Campinas, 2006. Disponível em:

<https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&cad=rja&uact=8&ved=2ahUKEwjmxbbXnt3qAhWEB9QKHRy3BBUQFjAAegQIARAB&url=http%3A%2F%2Fwww.fiocruz.br%2Fbrasiliana%2Fmedia%2FTese_Jacobucci.pdf&usg=AOvVaw3gsI23Bvoni80foRenjvhJ>. Acesso em: 30 jan. 2019.

JACOBUCCI, D. F. C.; JACOBUCCI, G. B.; NETO, J. M. Papéis atribuídos aos professores em programas de formação continuada em centros e museus de ciências brasileiros. Revista Profissão Docente, v. 07, n. 16, p. 91-109, 2007.

JACOBUCCI, D. F. C.; JACOBUCCI, G. B.; NETO, J. M. Experiências de formação de professores em centros e museus de ciências no Brasil. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, Vigo, v. 8, n.1, p. 118-136, 2009.

LANGHI, R.; NARDI, R. “Trajetórias Formativas Docentes: buscando aproximações na bibliografia sobre formação de professores”. Alexandria Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, v. 5, n. 2, p. 7-28, 2012.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MARANDINO, M. et al. Educação em museus: a mediação em foco. São Paulo: Pró reitoria de Cultura e Extensão USP e GEENF/FEUSP, São Paulo, v. 1, ed. 1, p. 36, 2008.

MARTINS, S.; LEITE, A. A Física do Ar e da Água. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, 2013, São Paulo. Anais...

MARTINS, S.; LEITE, A. L. S. A Física no ar e na água: oficina para professores do ensino fundamental. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, XX, 2013, São Paulo. Anais...

MELBER, L. M.; COX-PETERSEN, A. M. Teacher Professional Development and Informal Learning Environments: Investigating Partnerships and Possibilities, Journal of Science Teacher Education, v. 16, p. 103-120, 2005.

MENDES SOBRINHO, J. A. C. A formação continuada de professores: modelos clássicos e contemporâneso. Linguagens, Educação e Sociedade, v. 11, n. 15, p. 75-92, 2006.

MINAS GERAIS. Secretaria do Estado de Educação. Conteúdo Básico comum: CBC Física. Belo Horizonte, 2007.

MONTEIRO, B. A. P.; MARTINS, I.; JANERINE, A. S.; CARVALHO, F. C. The issue of the arrangement of new environments for science education through collaborative actions between schools, museums and science centres in the Brazilian context of teacher training. Cultural Studies of Science Education, v. 11, p. 419-437, 2016.

RAMOS, M. C.; MARTINS, S. Luz e Vida: Discussões sobre a Natureza da Luz com Professores do Ensino Fundamental em um Curso de Formação Continuada. In: SIMPÓSIO NACIONAL DE ENSINO DE FÍSICA, XXI, 2015, Uberlândia. Atas...

RAMOS, M. C.; MARTINS, S. Relato de um curso de Formação Continuada de Ciências: O olhar do professor. In: ENCONTRO MINEIRO DE INVESTIGAÇÃO NA ESCOLA, V, 2014, Uberlândia. Anais...

RAMOS, M. C. Luz e Vida: Uma proposta de formação continuada de professores. 2016. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia. Disponível em: <http://repositorio.ufu.br/bitstream/123456789/17796/1/LuzVidaProposta.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2018.

RAMOS, M. C; SALES, N. L. L.; MARTINS, S. Luz e Vida: um diálogo com professores de Ciências. Ensino Em Re-Vista. Uberlândia, v. 26, n. 2, mai/ago, 2019.

SÁ et al. A construção de sentidos para o termo Ensino por Investigação no contexto de um curso de formação. Investigações em Ensino de Ciências, v. 16, n.1, p. 79-102, 2011.

SALES, N. L. L. Problematizando o ensino de física moderna e contemporânea na formação continuada de professores: análise das contribuições dos Três Momentos Pedagógicos para construção da autonomia docente. 2014. 217p. Tese (Doutorado) - Faculdade de Educação, Instituto de Física, Instituto de Química e Instituto de Biociências, Universidade de São Paulo, São Paulo.

SAMPAIO, M. N.; LEITE, L. S. Alfabetização tecnológica do professor. Petrópolis: Vozes, 2000.

SILVA, A. L. S. A Física e o ensino fundamental: Formação continuada de professores no museu DICA. 2012. Monografia - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia.

SILVA, A. L. S.; MARTINS, S. Formação Continuada no Museu DICA: Discursos de Professores de Ciências de Uberlândia sobre o Ensino de Física. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM ENSINO DE FÍSICA, XV, 2014, Maresias. Anais...

SILVA, A. L. S.; SANTOS, S. M. Um curso de Física para professores de ciências naturais do ensino fundamental. Caderno da Pedagogia, São Carlos, v. 10, n. 20, Jan/Jun 2017.

ZÔMPERO, A. F; LABURÚ, C. E. Atividades investigativas no ensino de ciências: Aspectos históricos e diferentes abordagens. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v.13, n. 3, p. 67-80, 2011.

Downloads

Publicado

2021-03-25

Edição

Seção

Formação de Professores de Ciências/Física