O aluno na posição de autor: uma experiência com a resenha na universidade

Autores

  • Sandro Braga Universidade Federal de Santa Catarina
  • Janaína Senem Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8412.2017v14n4p2685

Palavras-chave:

Produção textual, Escrita Acadêmica, Autoria

Resumo

Apresentamos uma reflexão acerca dos modos de o sujeito ocupar a posição de autor na escrita acadêmica a partir de sua participação no Laboratório de Leitura e Escrita Acadêmica (LABEAL/UFSC). Partimos dos pressupostos teóricos da Análise do Discurso de inspiração francesa, para compreender como o sujeito se inscreve, enquanto autor, quando escreve em uma escrita que visa a “objetividade científica”. Elegemos para análise a escrita e a reescrita de uma resenha produzida no LABEAL, tendo em vista as mudanças que ocorrem da primeira para a segunda escrita no que concerne à autoria nessas produções. No gesto analítico, investe-se em mostrar como o processo de escrita na academia consiste e insiste numa tentativa de “conter” a heterogeneidade constitutiva do discurso e do sujeito, na luta pela transparência da linguagem e dos sentidos em nome do discurso científico. Nesse processo, em busca da objetividade, o sujeito procura se constituir assumindo diferentes posições, conforme as condições de produção, e tentando se situar no entremeio aceitável que configura a função-autor na universidade.

Biografia do Autor

Sandro Braga, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Comunicação Social Jornalismo (UFSC) e em Letras Português (UFSC); mestrado em Linguística na área da análise do discurso (UFSC); doutorado em Linguística no campo da filosofia da linguística (UFSC). Atualmente é professor Adjunto A da Universidade Federal de Santa Catarina, no Departamento de Língua e Literatura Vernáculas. Na graduação, atua na área de produção textual dos gêneros da esfera acadêmica e profissional e da análise do discurso. É credenciado ao Programa de Pós-graduação em Linguística no âmbito da linha de pesquisa Linguagem: discurso, cultura escrita e tecnologia. Interessa-se por temas de pesquisas que envolvam práticas discursivas em processos de leitura e escrita.

Janaína Senem, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Letras Inglês e Literaturas de Língua Inglesa pela Universidade Estadual do Centro-Oeste. Mestre em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina. Participa de pesquisas voltadas à área de Linguística Aplicada, Análise do Discurso e Escrita Acadêmica.

Downloads

Publicado

2017-12-31

Edição

Seção

Artigo