Narradores de futebol do rádio de Porto Alegre, dos desbravadores aos contemporâneos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2020v17n2p126

Palavras-chave:

Rádio, Narração de Futebol, História

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de um amplo estudo sobre a trajetória da narração de futebol no rádio de Porto Alegre, dividida nas fases desbravadora, entre 1931 e 1958, paradigmática, entre o final dos anos 1950 e 1984, e contemporânea, de meados da década de 1980 à atualidade. O principal objetivo deste trabalho é traçar uma linha histórica que permita refletir sobre o processo de evolução e a relação entre os profissionais e suas atribuições no presente momento. O eixo teórico atua principalmente sob três aspectos: bibliográfico, técnicas de narração (SCHINNER, 2004) e retórica (CASTILLO, 1989). Constatou-se que a locução esportiva radiofônica na capital do Rio Grande do Sul, de uma forma geral, não apresenta diferenciais tão perceptíveis em técnica e estilo, quando na transição entre os dois primeiros períodos.

Biografia do Autor

Cristiane Finger Costa, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

É jornalista, mestre e doutora em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). É professora titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e membro permanente do Programa de Pós-graduação em Comunicação Social - Famecos/PUCRS.

Ciro Augusto Francisconi Götz, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Doutorando e Mestre em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Possui graduação em Comunicação Social (Jornalismo) pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS).

Referências

ATHAYDES, Andréia, STOSCH, Sérgio. (Org). A história do rádio porto-alegrense contada por quem a fez. Canoas: ULBRA, 2008.

CASTILLO, Daniel Prieto. La expresión verbal en la radio. Repositorio Digital Ciespal. 1989. Disponível em: http://186.5.95.155:8080/jspui/123456789/201. Acesso em: dez. 2018.

CÉSAR, Cyro. Como falar em rádio: prática de locução AM e FM. São Paulo: Summus, 2009.

DALPIAZ, Jamile Gamba. O futebol no rádio de Porto alegre: um resgate histórico (dos anos 30 à atualidade). Dissertação. Mestrado em Comunicação e Informação. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, 2002.

DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.

DUARTE, Jorge, BARROS, Antônio. (Org). Métodos e Técnicas de Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Atlas, 2008.

FERRARETTO, Luiz Artur. Rádio no Rio Grande do Sul (anos 20, 30 e 40): dos pioneiros às emissoras comerciais. Canoas: Ulbra, 2002.

FERRARETTO, Luiz Artur. Rádio e capitalismo no rio Grande do Sul: as emissoras comerciais e suas estratégias de programação na segunda metade do século 20. Canoas: ULBRA, 2007.

FERRARETTO, Luiz Artur. Rádio: teoria e prática. São Paulo: Summus, 2014.

GÖTZ, Ciro. Narradores de futebol, dos desbravadores aos contemporâneos: Estilo e técnica da locução no rádio porto-alegrense (de 1931 a 2015). Dissertação. Mestrado em Comunicação Social. Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2015.

GÖTZ, Ciro. Narração de futebol no rádio: uma proposta de análise retórica. Radiofonias, Mariana-MG, v. 7, n. 1, p. 60-85, jan./jun. 2015.

GÖTZ, Ciro; VIERA, María Laura. A influência das transmissões radiofônicas montevideanas de futebol no rádio de Porto Alegre nos anos 1940. Trabalho apresentado no GP Rádio e Mídia Sonora do XVII Congresso de Ciências da Comunicação na Região Sul, Curitiba, 2016.

KLÖCKNER, Luciano. Nova retórica e rádio informativo: estudo das programações das emissoras TSF-Portugal e CBN-Brasil. Porto Alegre: Evangraf, 2011.

MADUREIRA, Paulo Sérgio de Jesus. Panorama da narração radiofônica de futebol na Região Metropolitana do Rio de Janeiro no início do século XXI. 2016. 129 f. Dissertação (Mestrado em Comunicação) – Faculdade de Comunicação Social,Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

MOSTARO, Filipe Fernandes Ribeiro; KISCHINHEVSKY, Marcelo. Narrativas sobre as primeiras transmissões de jogos internacionais da Seleção Brasileira. Letra. Imagen. Sonido. Ciudad Mediatizada. Buenos Aires, n. 15, p. 147-165, 2016.

KANTAR IBOPE MEDIA. Rádio alcança 83% dos brasileiros e é mais popular entre os jovens. 26 set. 2019. Disponível em: https://www.kantaribopemedia.com/radio-alcanca-83-dos-brasileiros-e-e-mais-popular-entre-os-jovens/. Acesso em: 2 mar. 2020.

SCHINNER, Carlos Fernando. Manual dos locutores esportivos: como narrar futebol e outros esportes no rádio e na televisão. São Paulo: Panda, 2004.

SOARES, Edileuza. A bola no ar: O rádio Esportivo em São Paulo. São Paulo: Summus, 1994.

STARCK, Daniel. Rádio Gaúcha e 104 FM seguem com os maiores volumes de audiência em Porto Alegre. Rádio 92 entra no top 3. Tudo Rádio. Porto Alegre, 26 dez. 2019. Disponível em: https://tudoradio.com/noticias/ver/22764-panorama-radio-gaucha-e-104-fm-seguem-com-os-maiores-volumes-de-audiencia-em-porto-alegre-radio-92-entra-no-top-3. Acesso em: 2 mar. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-18