Desafios do ensino do fotojornalismo na cultura digital

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2020v17n2p197

Palavras-chave:

Ensino, Fotojornalismo, Cultura visual

Resumo

Este trabalho descreve mudanças no processo de ensino-aprendizagem de fotojornalismo a partir da experiência docente numa universidade pública brasileira nos últimos 14 anos, cobrindo desde a transição das técnicas analógicas para a tecnologia digital até a consolidação da tecnologia digital. Os achados dessa experiência são interpretados sob a luz das teorias em torno da cultura visual, problematizando-se essas questões sobre as coerções ao imaginário introduzidas pelo entrecruzamento entre novas tecnologias de produção de imagens e rotinas do fotojornalismo. Apresentam-se a título ilustrativo algumas imagens produzidas recentemente no âmbito das atividades práticas das disciplinas de fotojornalismo. Conclui-se que o ensino do fotojornalismo traz constantes desafios técnicos, mas sobretudo éticos, com a complexificação cada vez maior dos conceitos de verdade e autoria num contexto de cultura digital.

Biografia do Autor

Ana Taís Martins, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Comunicação.

Professora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e do Departamento de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Doutora em Ciências da Comunicação pela ECA/USP com pós-doutorado em Filosofia da Imagem pela Université de Lyon III.

Referências

ALVES, José Matias & ATAÍDE E MELO, Ana Luísa C. Fernandes de. Contributos para a compreensão das práticas pedagógicas no ensino superior – um estudo exploratório sobre a autoperceção dos docentes. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, v. 12, 2012, p. 125-149.

AQUINO, Agda Patrícia Pontes de. Jornalismo sem foco: a ausência da fotografia nas novas diretrizes do Mec para os cursos de jornalismo. ANAIS do XXIV Encontro de Pesquisa Educacional do Nordeste – Reunião Cientifica Regional da ANPEd. João Pessoa, Universidade Federal da Paraíba, 2018.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Jornalismo. Ministério da Educação, 2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=14242-rces001-13&category_slug=setembro-2013-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 17 set. 2020.

CUNHA, Maria Isabel da. Diferentes olhares sobre as práticas pedagógicas no Ensino Superior: a docência e sua formação. Educação. Porto Alegre – RS, ano XXVII, n. 3 (54), p. 525-536, Set./Dez. 2004

DUBOIS, Philippe. O ato fotográfico. Campinas: Papirus, 1993.

FATORELLI, Antonio. Fotografia e modernidade. In: SAMAIN, Etienne (Org.). O Fotográfico. São Paulo: Hucitec, 2005.

FONTCUBERTA, Joan. O beijo de Judas. Barcelona: Editorial Gustavo Gili, 2010. Edição do Kindle.

GUNTHERT, André. L’image partagée. La photographie numérique. Paris: Éditions Textuel, 2015.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

MACHADO, Arlindo. A ilusão especular: introdução à fotografia. São Paulo: Funarte; Brasiliense, 1984.

MEDITSCH, E. A formação para a praxis profissional do jornalista: uma experiência brasileira inspirada em Paulo Freire. Comunicação e Sociedade, v. 5, p. 25, 21 dez. 2012.

MITCHELL, William J. The reconfigured eye: visual truth in the post-photographic era. Cambridge: MIT Press, 1992.

SILVA Jr., José Afonso da. Cinco hipóteses sobre o fotojornalismo em cenários de convergência. Discursos Fotográficos, Londrina, v. 8, n. 12, p. 31-52, jan./jun. 2012 | DOI 10.5433/1984-7939.2012v8n12p31.

SILVA Jr., José Afonso da. O segundo clique da fotografia. Entre o registro e o compartilhamento. Discursos Fotográficos, Londrina, v. 13, n. 22, p. 147-168, jan./jul. 2017 | DOI10.5433/1984-7939.2017v13n22p147.

SOUSA, Jorge Pedro. Uma história crítica do fotojornalismo ocidental. Chapecó: Argos. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2004.

Downloads

Publicado

2020-12-18