Matrizes clássicas e novas noções de cidadania

Autores

  • María del Carmen Cortizo UFSC - Florianópolis - SC

Palavras-chave:

Cidadania, Direitos, Democracia participativa, Citizenship, Rights, Participating democracy

Resumo

A história do conceito de cidadania é a história dos processos que configuraram a dinâmica dos direitos e dos deveres dentro das comunidades politicamente organizadas. Na Grécia Antiga a cidadania se define pela ativa participação política. Em Roma pela qualidade de súdito romano. Durante o Medievo o cidadão na Terra é o cidadão da Civitas Dei. Na modernidade o cidadão é o membro do pacto social fundador do Estado, submetido e ao mesmo tempo protegido pelas leis. Hoje falamos de um novo conceito de cidadania para referir-nos às novas formas e aos novos sujeitos protagonistas dos processos de construção de direitos.

Biografia do Autor

María del Carmen Cortizo, UFSC - Florianópolis - SC

Possui graduação em Direito pela Universidad Católica Argentina Santa María de Los Buenos Aires (1983), mestrado em Sociologia pela UNICAMP (1994) e doutorado em Ciências Sociais pela UNICAMP (2000). Atualmente é Professor Adjunto 2 da UFSC. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Sociologia Jurídica, atuando principalmente nos seguintes temas: Sociologia jurídica, Sociologia da administração de justiça, Cultura jurídica, Cultura da justiça.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2003-01-01