PARTICIPAÇÃO EM LOCAL DE LAZER DE INDIVÍDUOS COM MOBILIDADE REDUZIDA SECUNDÁRIA A LESÃO NEUROLÓGICA

Sarah Souza Pontes, Antonio Lima dos Prazeres, Lucas Lopes

Resumo


  O lazer, quando pensado para pessoas com mobilidade reduzida deve considerar suas características e necessidades, para garantir seus direitos estabelecidos na declaração de direitos humanos de 1999. O objetivo da pesquisa consistiu em investigar a participação em locais de lazer sob a óptica de indivíduos com mobilidade reduzida secundária a lesão neurológica. A metodologia foi o corte transversal realizado em locais especializados em prestar serviço de fisioterapia neurológica. Os dados foram obtidos através da aplicação de questionário, categorizados, apresentados em percentuais e analisados à luz de referenciais teóricos atuais. Estes demonstraram que os indivíduos com mobilidade reduzida pouco freqüentam locais de lazer e quando esta prática ocorre os locais mais visitados são aqueles que oferecem diversão gratuita.

Palavras-chave


Lazer; Lesão neurológica; Mobilidade reduzida

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2009n32-33p389



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA