Do trabalho em geral ao trabalho pedagógico: contribuição ao debate sobre o trabalho pedagógico na Educação Física

Celi Taffarel

Resumo


O texto trata do trabalho pedagógico na Educação Física considerando elementos da ontologia do ser social que nos permitem explicar como nos tornamos seres humanos ao longo da história e as características imanentes do trabalho. A pergunta científica diz respeito às possibilidades das mudanças nas tendências imanentes ao processo de trabalho capitalista em geral, em particular do trabalho pedagógico, e em especial, na Educação Física. A hipótese é de que não tem havido mudanças nas tendências imanentes do processo de trabalho capitalista, além das analisadas por Marx, o que nos coloca o desafio histórico de reconhecermos, no trabalho pedagógico, suas possibilidades e tendências, para nelas interferir. O fio condutor da exposição parte do conceito de movimento, matéria, atividade, trabalho e consciência, considerando determinados modos de produção – comunal, asiático, feudal, capitalista –, para chegarmos às possibilidades do trabalho em geral e, em especial, do trabalho pedagógico. Dados empíricos advêm da área da Educação Física e as fontes são as mediações no Curso de Licenciatura em Educação Física da UFBA. As análises realizadas estabelecem relações e nexos entre o movimento mais geral do capital e suas leis e as particularidades do trabalho pedagógico, em especial na Educação Física, indicando a atualidade da defesa do Curso Unificado de Licenciatura Ampliada.


Palavras-chave


Trabalho; Trabalho Pedagógico; Educação Física

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2010v22n35p18



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA