O esporte nas favelas ocupadas pela polícia e a produção discursiva da imprensa

Bruno Gawryszewski

Resumo


 

A cidade do Rio de Janeiro tem recebido grandes investimentos do capital e está próxima de sediar os dois maiores megaeventos esportivos. A fim de que a cidade ofereça garantias de que as tensões sociais serão mantidas em níveis equilibrados, há 5 anos as Unidades de Polícia Pacificadora estão ocupando algumas favelas cariocas. A grande imprensa tem apoiado a iniciativa e ressalta a importância do esporte para a consolidação do projeto de segurança pública. Este artigo buscou compreender as bases discursivas da imprensa através do referencial teórico de Antonio Gramsci e da Análise Crítica de Discurso.

 


Palavras-chave


Rio de Janeiro; segurança pública; imprensa; esporte.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2013v25n40p106



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA