Copa do Mundo, manifestações e a ocupação do espaço público

Autores

  • Luiza Aguiar dos Anjos Professora da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte, Técnica Superior de Saúde/ Educação Física da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT).
  • Marina de Mattos Dantas Doutoranda em ciências sociais pela PUC-SP e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT)
  • Thiago Jose Silva Santana Professor da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais e integrante do Grupo de Estudos Sobre Futebol e Torcidas GEFUT.

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8042.2013v25n41p13

Palavras-chave:

Ocupações, Espaço Público, Manifestações, Copa do Mundo

Resumo

Desde o anúncio do Brasil como sede da Copa do Mundo da FIFA 2014, movimentos sociais se organizaram para denunciar e questionar decisões e arbitrariedades acerca de seus preparativos. Durante a Copa das Confederações de 2013, uma série de manifestações, marcada pela diversidade de seus participantes e de suas reivindicações, ficaram conhecidas como jornadas de junho. Esse artigo traz uma análise de tais acontecimentos focando em questões relativas à ocupação do espaço público, problematizando, ainda, a relação dos movimentos com a organização dos megaeventos esportivos a serem realizados em nosso país.

Biografia do Autor

Luiza Aguiar dos Anjos, Professora da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte, Técnica Superior de Saúde/ Educação Física da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT).

Mestre em Lazer pela UFMG,professora da Rede Municipal de Ensino de Belo Horizonte, Técnica Superior de Saúde/ Educação Física da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT).Reside em Belo Horizonte/MG.

Marina de Mattos Dantas, Doutoranda em ciências sociais pela PUC-SP e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT)

Mestre em Psicologia Social pela UERJ, doutoranda em ciências sociais pela PUC-SP e integrante do Grupo de Estudos sobre Futebol e Torcidas (GEFuT). Reside em Belo Horizonte/MG.

Thiago Jose Silva Santana, Professor da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais e integrante do Grupo de Estudos Sobre Futebol e Torcidas GEFUT.

Licenciado em Educação Física pela UFMG, professor da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais e integrante do Grupo de Estudos Sobre Futebol e Torcidas GEFUT. Reside em Belo Horizonte/ MG

Downloads

Publicado

2013-11-26