A Copa do Mundo de 2006: o “quadrado mágico” e as categorias analíticas do futebol brasileiro

Rafael Moreno Castellani, Harian Pires Braga

Resumo


A Copa do Mundo de futebol, além de sua capacidade de mobilizar comunidades ao redor do mundo, arregimenta pelo futebol significados que permitiriam construções identitárias. Assim, este estudo objetivou identificar e refletir acerca das categorias analíticas sobre o futebol presentes na mídia esportiva no decorrer da cobertura jornalística da Copa do Mundo de 2006. O que balizou nossa escolha por essa edição é menos o caráter organizacional e pretensos legados, e mais a retomada de categorias recorrentes ao futebol brasileiro, enunciadas, sobretudo, a partir da convocação de quatro jogadores específicos que viriam a compor o “Quadrado Mágico”. Optou-se pelo jornal Folha de São Paulo, em acervo virtual, entre os meses maio-agosto de 2006. Categorias como o País do futebol, futebol arte/bonito/mágico estão bastante presentes na mídia esportiva e literaturas sobre futebol, ainda que alguns estudos confrontem a existência destas categorias e uma associação direta com o estilo de jogo brasileiro.


Palavras-chave


Futebol; Copa do Mundo; Categorias Analíticas

Texto completo:

PDF/A

Referências


CAMPOS, F. MORAES, J. Como o Brasil entra em campo. Revista de História, São Paulo, n. 163, p. 129-135, jul./dez. 2010.

DAMATTA, Roberto. Antropologia do óbvio: Notas em torno do significado social do futebol brasileiro. Revista USP. São Paulo: vol. 22. p.10-17, 1994.

_____________. Carnavais, malandros e heróis – para uma sociologia do dilema brasileiro. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

DAMO, A. S. Do dom à profissão: a formação de futebolistas no Brasil e na França. São Paulo: Aderaldo & Rothschild Ed., ANPOCS, 2007.

FRANCO JUNIOR, Hilário. Futebol e orgulho nacional. Le Monde Diplomatique Brasil, São Paulo, n. 35, jun. 2010.

HALL, Stuart A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2006.

HELAL, R.; GORDON JR, C. Sociologia, História e Romance na Construção da Identidade Nacional Através do Futebol. Estudos históricos, vol.13, n.23, 1999. P, 147-165.

HOBSBAWM, E; RANGER, T. A invenção das tradições. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2012.

MOTA, C. G.; CAPELATO, M. H. História da Folha de São Paulo (1921-1981). São Paulo: Impress, 1980.

ROSENFELD, A. Negro, Macumba e Futebol. São Paulo: Perspectiva, 2007.

RITCHER, R. A. A Copa do Mundo FIFA de 2014 perante os legados da Copa do Mundo FIFA 2006 – um desafio para o “país do futebol”. In: GIGLIO, S.. S.; SILVA, D. M. M. (orgs.) O Brasil e as Copas do Mundo: futebol, história e política. São Paulo: Nova Alexandria, 2014.

SOARES, A. J. Futebol, malandragem e identidade. Vitória: CEFD, 1994.

____________. História e invenção de tradições no campo do futebol. Estudos históricos: esporte e lazer. Rio de Janeiro, Fundação Getúlio Vargas. N. 23, 1999. P. 119-147

SOARES, A.J.; LOVISOLO, H. Futebol: a construção histórica do estilo nacional. In: Revista Brasileira de Ciências do Esporte. Campinas: Autores associados. V.25, n. 1, p. 129- 144. 2003.

SOARES, A. J.; SALVADOR, M. A. S. A memória da copa de 70: esquecimentos e lembranças do futebol na construção da identidade nacional. Campinas: Editora Autores Associados, 2009.

TOLEDO, L. H. Lógicas no futebol: Dimensões simbólicas de um esporte nacional. Tese de doutorado em Antropologia Social, Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Sociais, Universidade de São Paulo. São Paulo, 2000.

WISNIK, J. M. Veneno Remédio: O futebol e o Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8042.2016v28n49p54



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA