Gosto musical e hexis corporal: a questão do estilo na prática do skate de rua em Ponta Grossa-PR

Adriano Albuquerque Barreto, Solange Moraes Barros, Constantino Ribeiro Oliveira Junior

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/2175-8042.2017v29n50p50

Nosso trabalho é uma análise da estética musical incorporada por um grupo de skatistas e sua relação com do estilo de skate desenvolvido pelos praticantes. A hexis corporal na prática do skate de rua, em nosso espaço de investigação, se mostrou associada com o gosto musical do grupo em questão. Deste modo, nosso propósito foi evidenciar essas referências musicais e seu impacto na formação do estilo do skate praticado. Nossa experiência antropológica com os skatistas e o referencial teórico inspirado pela leitura dos trabalhos de Bourdieu sobre estética musical e a hexis corporal foram nossas fontes de pesquisa. Partindo de uma breve história da skatemusic e da exposição dos skatistas sobre a influência do estilo musical no estilo da prática do skate, exploramos o habitus destes enquanto interdependências dos grupos e parte de um charme ou carisma na conformação dos skaters.


Palavras-chave


Skate; Gosto Musical; Hexis Corporal

Texto completo:

PDF/A




Motriviv. UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

 



 

 

Licença Creative Commons
A Revista Motrivivência está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.