NEOLIBERALISMO E GLOBALIZAÇÃO: Vias Transitadíssimas e Engarrafadas e a Questão da Cultura Corporal

Maria do Carmo Morales Pinheiro

Resumo


Este artigo traz uma reflexão sobre a realidade e perspectivas da Educação Física e Cultura Corporal no contexto da globalização e do neoliberalismo. No início são apresentadas algumas das principais teses do projeto neoliberal em implantação no país. A seguir são apresentadas algumas de suas conseqüências em termos educacionais, bem como suas possíveis relações com a Educação Física e a Cultura Corporal. Por fim aponta-se para o socialismo como alternativa viável para uma construção da Educação Física e da Cultura Corporal no contexto de uma sociedade democrática, com igualdade e justiça social e que assim sendo valorize a educação e a cultura não como mercadoria, mas sim como bens humanos inalienáveis.

Palavras-chave


Educação Física; Esporte; Lazer

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA