RESENHA: L’utopie du temps libre (Daniel Mothé)

Valquíria Padilha

Resumo


Resumo: este livro, que o próprio autor considera irreverente, pretende mostrar que o mundo proposto pela
utopia do tempo livre é reservado aos ricos e à classe média dos países ricos, sendo que os pobres ficam
privados dela. Para que a civilização do lazer viesse para todos, seria preciso diminuir as desigualdades
sociais, afirma Daniel Mothé.

Palavras-chave


Educação Física; Esporte; Lazer

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



R. Motriviv., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, ISSNe: 2175-8042.

Os textos publicados na Revista Motrivivência estão licenciados com uma Licença Creative Commons de atribuição não comercial compartilhar igual: CC BY-NC-SA