Os projetos político-pedagógicos dos cursos de pedagogia e os temas ambientais: o caso das universidades federais brasileiras

Autores

  • Maíra Gesualdo de Oliveira Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Campus de Rio Claro
  • Luiz Marcelo de Carvalho UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus de Rio Claro

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2012v30n2p445

Palavras-chave:

Educação Ambiental, Educação Superior, Formação de Professores

Resumo

A discussão em torno da temática ambiental e das possibilidades e limites do processoeducativo relacionado com as questões propostas por essa temática se faz presente emmuitos setores da sociedade atual. A produção e veiculação de pesquisas e a proposição deprogramas e ações relacionados principalmente com a inserção da Educação Ambiental(EA) no ensino formal nos permitem vislumbrar a amplitude que tal iniciativa vemtomando. Nesse contexto, desenvolvemos uma pesquisa em nível de mestrado que seinsere no âmbito do Projeto Observatório da Educação Capes/INEP/Secadi e procuraanalisar possíveis processos de ambientalização curricular expressos nos projetos políticopedagógicos(PPP) dos cursos de licenciatura em Pedagogia de universidades federaisbrasileiras. O artigo que apresentamos é um recorte dessa pesquisa no qual aprofundamosa discussão de dois temas ambientais: – As dimensões da EA – e – Desenvolvimentoe natureza: algumas possibilidades –. Assim, partindo de uma pesquisa documentale tendo o apoio teórico de autores que têm procurado refletir sobre os significados datemática ambiental para as sociedades contemporâneas e sobre propostas críticas para aEducação Ambiental, procura-se explorar, por meio de análise dos PPPs, possíveis sentidosatribuídos a esses processos de ambientalização curricular. Como principal referencialmetodológico, nos apoiamos na proposta de – produção de sentidos – apresentada porGomes e Nascimento (2006). Algumas reflexões sobre os dados nos permitem vislumbrarque diferentes temas ambientais vêm sendo considerados nos projetos desses cursos, o queevidencia movimentos e processos de ambientalização curricular.

Biografia do Autor

Maíra Gesualdo de Oliveira, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP. Campus de Rio Claro

Mestre. Departamento de Educação.Linha de pesquisa Educação Ambiental

Luiz Marcelo de Carvalho, UNESP - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Campus de Rio Claro

Professor Doutor. Departamento de Educação. Linha de pesquisa: Educação Ambiental

Downloads

Publicado

2012-11-29

Edição

Seção

Artigos de Dossiês Temáticos