Ensino superior, mídias e conhecimento: novas notícias e velhos discursos

Autores

  • Cezar Luiz De Mari Universidade Federal de Viçosa - UFV
  • Lara Carlette Thiengo Universidade Federal de Viçosa - UFV

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2012v30n2p603

Palavras-chave:

Ensino Superior, Meios de Comunicação, Antônio Gramsci

Resumo

A série de reportagens Universidade: a chave do futuro, exibida no mês de maio de2011, no Jornal da Globo, é o recorte midiático que serve como ponto de partidapara as discussões deste estudo. Apresentamos a análise de tal série entendendo queos meios de comunicação atuam como porta-vozes do pensamento conservadorbrasileiro. O ferramental gramsciano norteia a análise ao situar as disputas ideológicasentre os grupos sociais na sociedade civil, representados pelos aparelhos privados dehegemonia, dentre os quais estão os meios de comunicação. O estudo perpassa pelasdiscussões sobre o protagonismo da educação, sobretudo no atendimento às demandasdo mercado e para o desenvolvimento, na estreita vinculação entre a educação e osetor econômico; a estrutura de tripé para a boa universidade; o binômio público eprivado; bem como a avaliação e o ranqueamento das universidades. Tais temáticasem destaque expressam a constituição de um consenso conservador a respeito dareconfiguração do Ensino Superior no Brasil.

Biografia do Autor

Cezar Luiz De Mari, Universidade Federal de Viçosa - UFV

Professor do Departamento de Educação da Universdade Federal de Viçosa - UFV. Atua na Graduação e Pós-Graduação nas áreas de fundamentos da educação.

Lara Carlette Thiengo, Universidade Federal de Viçosa - UFV

Mestranda em Educação no Programa de Pós-Graduação da UFV.

Downloads

Publicado

2012-11-30

Edição

Seção

Artigos de Demanda Contínua