Primazia do real na construção do conhecimento científico e primazia da teorização na construção de pesquisas científicas: contribuições metodológicas a partir de Miriam Limoeiro Cardoso

Autores

  • Siomara Moreira Vieira Borba Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Rosa Maria Corrêa das Neves Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-795X.2014v33n1p429

Palavras-chave:

Conhecimento Científico, Miriam Limoeiro Cardoso, Pesquisa da Educação

Resumo

Neste artigo, reivindica-se a possibilidade de desenvolvimento de pesquisas educacionais tendo por referência a contribuição metodológica de Miriam Limoeiro Cardoso, posição que envolve dois movimentos desta pesquisa. Inicialmente, são expostas as teses da distinção entre realidade e objeto científico e da teorização como processo inicial da construção do objeto de investigação, que sintetizam o exame que autora empreende a partir dos apontamentos metodológicos de Karl Marx em seu processo de elaboração de uma teoria geral do capitalismo. A possibilidade da fecundidade de suas contribuições resulta da constatação de problemas na relação entre teoria e empiria que é identificada através da sumarização de análises da pesquisa educacional brasileira até início deste século, possivelmente ainda atual.

Biografia do Autor

Siomara Moreira Vieira Borba, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Doutora em Educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Pesquisadora em Saúde Pública na Fundação Oswaldo Cruz.

Rosa Maria Corrêa das Neves, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC/Rio). Professora Associada da Faculdade de Educação, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro
(UERJ).

Downloads

Publicado

2015-06-18