Gênero e cultura corporal de movimento: práticas e percepções de meninas e meninos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/%25x

Palavras-chave:

Gênero, Educação Física, Escola, Esporte, Atividade Física

Resumo

Este artigo apresenta os resultados e as análises de uma pesquisa com meninas e meninos dos 8os e 9os anos do ensino fundamental da região metropolitana de uma cidade brasileira. Identificaram-se suas percepções sobre as experiências com as atividades físicas e esportivas, a frequência com que as praticam dentro e fora da escola, seus interesses em relação a elas e suas percepções a respeito do prazer pela prática, da competência corporal e do apoio social. A investigação aplicou questionários fechados aos estudantes, e a amostra final contou com 1742 sujeitos, provenientes de 39 escolas. O gênero mostrou-se um marcador de diferença estatisticamente significativo nos resultados: as desigualdades de gênero foram favoráveis aos meninos em quase todos os aspectos avaliados, exceto no apoio docente, que foi percebido de forma equânime.

Biografia do Autor

Helena Altmann, UNICAMP

Professora da Universidade Estadual de Campinas, na Faculdade de Educação Física e no Programa de Pós-graduação em Educação. Coordenadora do GTT Gênero do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (2015-2017). Integra o Grupo de Pesquisa Corpo e Educação e o Focus – Grupo de Pesquisa sobre Educação, Instituições e Desigualdades. Autora do livro Educação Física Escolar: relações de gênero em jogo (Editora Cortez, 2015).

Eliana Ayoub, Unicamp

Docente da Faculdade de Educação da Unicamp e Vice-Líder do Laboratório de Estudos sobre Arte, Corpo e Educação (Laborarte). Pesquisa na área de formação de professores; educação física escolar; ginástica geral; corpo, linguagem e educação. Vice-Presidente da Comissão Permanente de Formação de Professores da Pró-Reitoria de Graduação da Unicamp e Coordenadora de Gestão Pibid-Unicamp. Dentre suas produções, destacam-se os livros “Ginástica geral e educação física escolar” e “Grupo Ginástico Unicamp: 25 anos” (publicados pela Editora da Unicamp).

Emília Fernández Garcia, Universidad Complutense de Madrid

Licenciada em Ciências da Atividade Física e do Desporto e Doutora em Ciências da Educação. Diretora  do Grupo de Investigação Estudios de Género en la Actividad Física y el Deporte. Catedrática e Diretora do Departamento de Expresión Musical y Corporal da Faculdade de Educação da Universidad Complutense de Madrid (UCM). Membro do Instituto de Investigaciones Feministas UCM e do Seminário de Mujer y Deporte da Universidad Politécnica de Madrid.

Elena Ramírez Rico, Universidad Complutense de Madrid

Licenciada em Ciências da Atividade Física e do Desporto, diplomada como Mestre em Educação Física e Doutora em Educação. Coordenadora e professora do Departamento de Ciencias del Deporte da UCJC (2006-2007), atualmente professora contratada Doutora do Departamento de Expresión Musical y Corporal da Facultad de Educación da UCM e Coordenadora do Grado de Educación Infantil. Suas investigações e produções científicas se concentram fundamentalmente nas temáticas de gênero e atividade física, desenvolvidas principalmente através do grupo de investigação Estudios de género en la actividad física y el deporte.

Soely Aparecida Jorge Polydoro, Unicamp

Possui graduação em Psicologia pela PUC-Campinas, mestrado em Psicologia Escolar pela PUC-Campinas e doutorado em Educação pela Unicamp. Professora da Unicamp, no departamento de Psicologia Educacional, vinculada ao Grupo de Pesquisa Psicologia e Educação Superior. Linha de investigação orientada para a formação do estudante do ensino superior, especialmente quanto aos processos de integração acadêmica, autorregulação da aprendizagem e dimensões educativas associadas.

Downloads

Publicado

2018-04-24

Edição

Seção

Artigos Temáticos