Gênero e cultura corporal de movimento: práticas e percepções de meninas e meninos

Helena Altmann, Eliana Ayoub, Emília Fernández Garcia, Elena Ramírez Rico, Soely Aparecida Jorge Polydoro

Resumo


Este artigo apresenta os resultados e as análises de uma pesquisa com meninas e meninos dos 8os e 9os anos do ensino fundamental da região metropolitana de uma cidade brasileira. Identificaram-se suas percepções sobre as experiências com as atividades físicas e esportivas, a frequência com que as praticam dentro e fora da escola, seus interesses em relação a elas e suas percepções a respeito do prazer pela prática, da competência corporal e do apoio social. A investigação aplicou questionários fechados aos estudantes, e a amostra final contou com 1742 sujeitos, provenientes de 39 escolas. O gênero mostrou-se um marcador de diferença estatisticamente significativo nos resultados: as desigualdades de gênero foram favoráveis aos meninos em quase todos os aspectos avaliados, exceto no apoio docente, que foi percebido de forma equânime.


Palavras-chave


Gênero; Educação Física; Escola; Esporte; Atividade Física

Texto completo:

PDF/A


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Rev. Estud. Fem., ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.