Encontrando os feminismos latino-americanos e caribenhos

Autores

  • Sonia E. Alvarez University of California, Santa Cruz
  • Elisabeth Jay Friedman Barnard College, Columbia University
  • Ericka Beckman Stanford University
  • Maylei Blackwell Loyola Marymount University, Los Angeles
  • Norma Stoltz Chinchilla California State University, Long Beach
  • Nathalie Lebon Randolph-Macon College
  • Marysa Navarro Dartmouth College
  • Marcela Ríos Tobar Centro de Estudios de la Mujer (CEM)

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0104-026X2003000200013

Palavras-chave:

ativismo feminista, movimentos feministas latino-americanos, feminismos transnacionais.

Resumo

Este artigo examina os Encontros Latino-Americanos e do Caribe como espaços críticos transnacionais onde se re-imagina a política dos feminismos na região. Enfocando o Oitavo desses Encontros, realizado em Juan Dolio, República Dominicana, em 1999, analisamos os principais debates politicos e filosóficos que surgiram durante 20 anos de Encontros: (1) mudanças nas concepções de ‘autonomia’ do movimento e na relação dos feminismos com o movimento de mulheres mais amplo e com outros atores na sociedade civil e política, o Estado e instituições internacionais; (2) controvérsias geradas pelas recorrentes crises de ‘inclusão’ e de ‘expansão’ do movimento; e (3) debates centrados nas diferenças, desigualdades e desequilíbrios de poder entre mulheres em geral e entre as feministas em particular.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Dossiê