HÉNAUX, Victor. De l’amour des femmes pour les sots / Queda que as mulheres têm para os tolos. Tradução de Machado de Assis. Edição Bilíngue. Organização: Ana Cláudia Suriani da Silva e Eliane Fernanda Cunha Ferreira. Campinas: Editora Unicamp. 2008.

Autores

  • Kall Lyws Barroso Sales Universidade Federal de Santa Catarina
  • Marie -Hélène CatherineTorres Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2015v35n1p313

Palavras-chave:

Machado de Assis, Victor Hénaux, Tradução

Resumo

Em 2008, em comemoração ao centenário de Machado, as professoras Ana Cláudia Suriani da Silva e Eliane Fernanda Cunha Ferreira retomam as discussões sobre autoria, plágio e tradução, propondo uma edição bilíngue na qual cotejam a obra de Hénaux, De l'amour des femmes pour les sots de 1858 e a tradução de Machado Queda que as mulheres têm para os tolos de 1861. Assim, esta resenha analisa a tradução de Machado de Assis, cuja autoria da obra, durante muito tempo, foi atríbuida ao escritor brasileiro.

Biografia do Autor

Kall Lyws Barroso Sales, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorando do programa de pós-graduação em Estudos da Tradução da UFSC.

Marie -Hélène CatherineTorres, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora do programa de pós-graduação em Estudos da tradução da UFSC.

Downloads

Publicado

2014-11-17

Edição

Seção

Resenhas de Tradução