John Milton. Paraíso Reconquistado. Tradução de Guilherme Gontijo Flores, Adriano Scandolara, Bianca Davanzo, Rodrigo Tadeu Gonçalves, Vinicius Ferreira Barth; ilustrações de William Blake. São Paulo: Cultura, 2014. 304 p.

Beethoven Barreto Alvarez

Resumo


MILTON, John. Paraíso Reconquistado. Tradução de Guilherme Gontijo Flores (coord.), Adriano Scandolara, Bianca Davanzo, Rodrigo Tadeu Gonçalves, Vinicius Ferreira Barth; ilustrações de William Blake. São Paulo: Cultura, 2014. 304 p.


Palavras-chave


Tradução poética; Pentâmetro iâmbico; Decassílabo

Texto completo:

PDF/A

Referências


BILAC, Olavo e PASSOS, Guimarães. Tratado de versificação . Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1905.

BLAKENEY, E. H. (ed.). Paradise Regained: by John Milton. Edited with Introduction and Commentary. London: Scholartis Press, 1932.

FERNANDES, Fabiano Seixas. Paradise Lost em português. TradTerm, São Paulo, v. 20, dezembro/2012, p. 51-67.

HUGHES, Merritt Y. (ed.). Complete Poems and Major Prose: John Milton. Edited with Notes and Introduction. Indianapolis and New York: Odyssey Press, 1957.

LOUSADA, Isabel Maria da Cruz. Bibliografia Britânica em Português. Lisboa: CETAPS, 1999. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2016.

PINILLA, José Antonio Sabio. La traducción del Paraíso Perdido del Padre José Amaro da Silva. Cadernos Eborenses (Universidade de Évora), n. 2, 2011, pp. 183-195.

ROGERS, John. Paradise Regained and the memory of Paradise Lost. IN: MCDOWELL, Nicholas e SMITH, Nigel. The Oxford handbook of Milton. Oxford: Oxford University Press, 2009.

SILVA, Inocêncio F. et alii. Diccionario bibliographico portuguez. 23 vols. Lisboa: Imprensa Nacional, 1858-1923.

TEZZA, Cristóvão. Entre a Prosa e a Poesia: Bakhtin e o Formalismo Russo. Rio de Janeiro: Rocco, 2003.




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2016v36n3p406



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.