Traduzir À Petites Pierres de Gustave Akakpo: a escrita heterogênea e a questão dos provérbios

Autores

  • Alice Maria Araújo Ferreira Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2017v37n3p71

Palavras-chave:

À petites Pierres, Gustave Akakpo, Poética heterogênea, Tradução, Provérbios

Resumo

As questões que apresentamos neste artigo resultam das discussões que tivemos durante a experiência da tradução da peça À petites pierres  de Gustave Akakpo, que realizamos com os alunos de tradução francês da Universidade de Brasília, Rodrigo D’avila, Jana Araújo e Dyhorrani Beira, a pedido da Profa. Maria da Glória Magalhães dos Reis, coordenadora do Grupo En classe et en scène (UnB). O desafio levou-nos a discutir questões teóricas, éticas, históricas, epistemológicas advindas dos problemas do traduzir como exercício de leitura e escrita, de uma poética do traduzir (Meschonnic, 1999). Dentre as diversas questões que se colocaram, discutimos aqui aquelas ligadas ao traduzir, um texto dramático (uma farsa trágica/uma tragédia farsa), uma poética migrante (heterogeneidade), e um duelo de provérbios (gestus de linguagem).

Biografia do Autor

Alice Maria Araújo Ferreira, Universidade de Brasília

Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET) - Programa de pós-graduação em Estudos da Tradução (POSTRAD) da Universidade de Brasília (UnB).

Referências

AKAKPO, G. À petites pierres. Paris, Lanzman, 2003.

BERMAN, A. A tradução e a Letra ou o albergue do longíquo. Tradução de Marie-Hélène Catherine Torres, Andreia Guerini, Mauri Furlan. Rio de Janeiro, 7 Letras, 2007.

BERMAN, A., L'Épreuve de l'étranger: culture et traduction dans l'Allemagne romantique, Paris, Gallimard, 1984.

CHAMOISEAU, P. Écrire en pays dominé. Paris, Gallimard, 1997.

GAUVIN, L. L'écrivain francophone à la croisée des langues, entretiens. Paris, Karthala, 2006.

GLISSANT, E. Introdução a uma poética da diversidade. Tradução de Enilce do Carmo Albergaria Rocha, Juiz de Fora, Editora da UFJF, 2013.

GRENIER/NEUF, Le théatre de Gustave Akakpo, in: http://grenierneuf.org/ateliers/le-theatre-de-gustave-akakpo/ (acesso, julho 2015).

JAMESON, F. Bretch e a questão do método. Tradução de Maria Sílvia Betti. São Paulo, Cosac Naify, 2013.

MESCHONNIC, H., Poétique du traduire, Paris, Verdier, 1999.

MESCHONNIC, H., Pour la poétique II. Épistémologie de l’écriture, Poétique de la traduction, Paris, Gallimard, 1973.

PAULHAN, J. Les Hain-Teny Merinas. Poésies populaires malgaches. Paris, Geuthner, 2007.

Downloads

Publicado

2017-09-05

Edição

Seção

Artigos