Traduzindo os Cheiros do "Chiclete" de Kim Ki-Taek

Yun Jung Im Park

Resumo


Este artigo tem como objeto o livro de poesias Chiclete de Kim Ki-taek, publicado originalmente em 2009 na Coreia e em 2018 no Brasil pela editora 7Letras. O primeiro poeta contemporâneo coreano traduzido para a língua portuguesa é representante de uma poesia coreana urbana, revelando qualidades inumanas da vida megalopolizada e transitando por temas comuns à civilização internacional. Apesar de abordar temas comuns a grandes cidades do mundo contemporâneo, as dificuldades de tradução na passagem entre línguas tão distantes são sempre desafiadoras. Neste artigo, foram selecionadas expressões ligadas a cheiros, pois estas constituem um elemento chave na poética de Kim Ki-taek, e também
exemplificam várias questões complexas que envolvem a tradução de aspectos culturais e semânticos entre as duas línguas. Ao analisar cada vocábulo e a sua respectiva tradução, comparando com a tradução para o espanhol, procurou-se mostrar a necessidade de recorrer a variados procedimentos em busca de um equivalente poético adequado.


Palavras-chave


Poesia Coreana; Tradução Poética; Tradução Cultural

Texto completo:

PDF/A

Referências


CAMPOS, Haroldo de. A arte no horizonte do provável. São Paulo: Editora Perspectiva, 1977.

CAMPOS, Haroldo de. Metaliguagem & outras metas. São Paulo: Editora Perspectiva, 1992.

CORREIA, Donny. Poeta sul-coreano Kim Ki-taek é traduzido pela primeira vez no Brasil. O Estado de São Paulo, São Paulo, Aliás, 23 fev 2019. Disponível em: https://alias.estadao.com.br/noticias/geral,poeta-sul-coreano-kim-ki-taeke-traduzido-pela-primeira-vez-no-brasil,70002732176. Acesso em: 15 set. 2019

KIM, Ki-taek. El Chicle. Tradução de Sun-me Yoon. Toluca: Bonobos, 2013.

KIM, Ki-taek. Chiclete. Tradução de Yun Jung Im. Rio de Janeiro: 7Letras, 2018.

KIM, Ki-taek. O sul-coreano Kim Ki-taek vem a São Paulo falar de ‘Chiclete’ar. O Estado de São Paulo, São Paulo, Aliás, 07 fev 2019. Disponível em: https://alias.estadao.com.br/noticias/geral,o-sul-coreano-kim-ki-taek-vem-a-sao-paulofalar-de-chicletear,70002998776. Acesso em: 15 set. 2019

KIM, Si-seup. Contos da Tartaruga Dourada. Tradução de Yun Jung Im. São Paulo: Estação Liberdade, 2017.

KWON, O-ryong. Entrelinhas: Literatura Coreana. TV Cultura, 04 ago 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zyxMSrNi0RY. Acesso em: 15 set. 2019

RABASSA, Gregory. If this be treason: translation and its dyscontents, a memoir. Nova York: New Directions Books, 2005.

SHIN, Dal-ja. Entrelinhas: Literatura Coreana. TV Cultura, 04 ago 2010. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=zyxMSrNi0RY. Acesso em: 15 set. 2019

TAIZÉ, Anthony of, Brother. Translating Poetry. 3rd Korean Writers Forum in Gyeongju, 14 set 2017.Disponível em: http://anthony.sogang.ac.kr/2017TranslatingKoreanPoetry.html. Acesso em: 15 set. 2019




DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39nespp297



Cadernos de Tradução, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 2175-7968.