Traduzindo Valongo: a Tradução da Proposta de Inscrição do Sítio Arqueológico Cais do Valongo na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7968.2021.e67457

Palavras-chave:

Valongo, tradução, formação de tradutores, discurso, Linguística Sistêmico-Funcional

Resumo

Este texto busca analisar a tradução de um trecho do dossiê de candidatura do Sítio Arqueológico Cais do Valongo a Patrimônio Mundial da UNESCO pela lente da Linguística Sistêmico-Funcional. O cais, descoberto em 2011 durante os trabalhos de reurbanização no centro do Rio de Janeiro, foi construída em 1811 para o desembarque dos africanos escravizados no país. A análise enfoca um trecho do dossiê que descreve a chegada e o processamento dos africanos recém-chegados no Rio de Janeiro e as traduções para o inglês produzidas por alunos de tradução. Partes do texto em que as traduções dos alunos divergem do original são analisadas, trazendo à tona aspectos marcantes do texto, como a utilização de nominalizações e de construções verbais passivas, induzindo um efeito de apagamento dos atores históricos e distanciamento dos autores dos acontecimentos que narram. Alterações sutis identificadas em algumas das traduções, como a troca de construções passivas por verbos na voz ativa, ou vice-versa, revelam a agência ou interferência do tradutor na representação do texto de origem.

Biografia do Autor

Rebecca Atkinson, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Mestre em Estudos da Linguagem da PUC-Rio (2006); doutoranda do Programa Interdisciplinar em Linguística Aplicada da UFRJ; professora de tradução (português-inglês) desde 2005, nos cursos de formação de tradutores (extensão e especialização) na PUC-Rio

Referências

Alves, F., Pagano, A.; Da Silva, I.A.L. “Modeling (Un)Packing of Meaning in Translation: Insights from Effortful Text Production”. Copenhagen Studies in Language. 41, (2011): 153-164.

Bell, R.T. Translation and Translating: Theory and Practice. Oxford: Oxford University Press, 1991.

Berry, M. “Stratum, delicacy, realisation and rank”. The Routledge Handbook of Systemic Functional Linguistics, Bartlett T. e O’Grady G. (Eds.). Londres/Nova York: Routledge, 2017. p. 42-55.

Costa, L. “Milton Guran: O Caís do Valongo está abandonado. Entrevista com Milton Guran”. Cult. 238, (2018): p.10-12.

Eggins, S. An Introduction to Systemic Functional Linguistics. Nova York/Londres: Continuum, 2004.

Fairclough, N. Analysing Discourse. Textual analysis for social research. Londres/Nova York: Routledge, 2003.

Halliday, M.A.K. An Introduction to Functional Grammar. Londres: Edward Arnold, 1994.

Halliday, M.A.K. e Matthiessen, C.M.I.M. An Introduction to Functional Grammar. Londres: Hodder Arnold, 2004.

Hatim, B. Translating Text in Context. In: Munday J. (Ed.), The Routledge Companion to Translation Studies. Londres/Nova York: Routledge, 2009. p. 35-53.

Hatim, B.; Mason, I. The Translator as Communicator. Londres/NovaYork: Routledge, 1997.

IPHAN, Sítio Arqueológico Caís do Valongo: proposta de inscrição na lista do Patrimônio Mundial. (coord. Milton Guran). Rio de Janeiro, 2016. 16/06/2019. http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dossie_Cais_do_Valongo_versao_Portugues.pdf.

Kamler, B.; Thomson, P. Helping Doctoral Students Write: Pedagogies for supervision. Londres/Nova York: Routledge, 2014.

Kirkman, J. Good Style: Writing for Science and Technology. Abingdon/Nova York: Routledge, 1992.

Lörscher, W. “A Model for the Analysis of Translation Processes within a Framework of Systemic Linguistics”. Cadernos de Tradução. 2.10, (2002): 97-112. Portal de Periódicos UFSC. 16/08/2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/6146/5704.

Morinaka, E.M. “Estudos da Tradução e Linguística Sistêmico-Funcional”. Sitientibus. 42, (2010): 73-85.

Munday, J. Introducing Translation Studies. Londres/Nova York: Routledge, 2001.

Nord, C. “Defining Translation Functions. The Translation Brief as a Guideline for the Trainee Translator”. Ilha do Desterro. 33, (1997): 41-56. Portal de Periódicos da Universidade Federal de Santa Catarina. 16/06/2019. https://periodicos.ufsc.br/index.php/desterro/article/view/9208/9484.

Ravelli, L. Getting started with functional analysis of texts. Researching Language in Schools and Communities: Functional Linguistic Perspectives, Unsworth L. (Ed.). Londres/Washington: Cassell, 2000. pp. 27-64.

Vieira, J.; Silvestre, C. Introdução à Multimodalidade. Brasília: Universidade de Brasília, 2015.

Downloads

Publicado

2021-01-15