Uma aventura no mundo das diversas linguagens: educação Infantil e a linguagem escrita

Fabiana Teixeira da Rosa, Mara Siluandra Rodrigues Klosinski

Resumo


Este texto discute sobre a nossa experiência de Estágio na área da Educação Infatil, que aconteceu na Creche Almirante Lucas Alexandre Boiteux com o Grupo G5A. Este, é formado por crianças de três a quatro anos, sendo sete meninos e onze meninas, que em sua maioria, permanece no período integral na Instituição. Através de algumas características do Grupo e da própria Instituição, trabalhamos a autonomia das crianças, respeitando-as como sujeitos de vontade, capazes e competentes para construir conhecimentos e dentro de suas possibilidades interferir no meio em que atuam. Entercalando extratos dos Registros das atividades realizadas, fotos e dialógos com autores da área, este texto procura refletir e discutir sobre as atividades que fortalecem a autonomia das crianças.

Palavras-chave


Educação Infantil; Autonomia; Interação

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2008n17p166

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.