A brincadeira das crianças na formação de professoras de educação infantil.

Andréa Simões Rivero

Resumo


O artigo problematiza os significados atribuídos às brincadeiras das crianças em uma perspectiva histórica, a partir do reconhecimento de que essas não são visões naturais.  Entende-se que essa discussão se faz necessária em virtude das possíveis relações entre o modo como concebemos a brincadeira e os modos como a possibilitamos no cotidiano da educação infantil.

 

 

OuvirLer foneticamente

Palavras-chave


Educação Infantil; Brincadeiras; Formação de professoras

Texto completo:

Sem título () PDF PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2011n23p19

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.