É hora da roda,vamos ouvir uma história? A contação de histórias como possibilidade de humanizar tempos e espaços na educação infantil

Fernanda Gonçalves, Gisele Gonçalves

Resumo


O presente texto tem como objetivo tecer uma reflexão a respeito da relação das crianças com as contações de histórias, a partir de uma experiência vivenciada no Estágio Supervisionado em Educação Infantil no Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Santa Catarina. O grupo onde aconteceu o estágio era composto por 26 crianças, com idade entre cinco e seis anos, em uma creche conveniada à Rede Municipal de Florianópolis. Nosso foco se constituiu nos momentos da roda, principalmente de contações de histórias, bem como a formação dos pequenos leitores literários. Primeiramente versaremos sobre as concepções de criança, infância, tempos e espaços que orientaram nosso olhar e nossa prática durante as vivências do estágio. Por fim, desdobraremos nossas análises sobre os momentos de contações de histórias que aconteceram na roda. Um lugar de ouvir grandes histórias, do lúdico e de encantamento, que construímos junto às crianças.

 


Palavras-chave


Criança. Infância. Roda. Contação de histórias. Tempos e Espaços.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2013n27p144

Zero-a-Seis, ISSN 1980-4512 Florianópolis, Brasil.