Crescendo como filho de imigrante brasileiro nos Estados Unidos da América

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4512.2021.e73459

Palavras-chave:

Filhos de imigrantes, Imigração brasileira, Estados Unidos da América, Infância

Resumo

Este artigo trata dos filhos de imigrantes brasileiros dentro do contexto da “nova segunda geração” de imigrantes nos EUA. Baseando-se em um conjunto de entrevistas em profundidade realizadas com filhos de imigrantes brasileiros, o artigo reflete a análise desse material empírico a partir do diálogo com estudos que tratam da realidade mais geral dos filhos de imigrantes nos Estados Unidos contemporâneo. Notadamente os Estudos de Alejandro Portes e Ruben Rumbaut e de Marcelo e Carola Suárez-Orozco. As análises e diálogos realizados são desenvolvidos em torno de três questões: a trajetória social e de vida de filhos de imigrantes brasileiros nos EUA; as suas experiências escolares nos EUA; e os lugares e papéis de seus pais em suas experiências de crescer como filhos de imigrantes brasileiros nos Estados Unidos da América. Ao final o artigo propõe as hipóteses de que: (1) “ser filho de imigrante” nos EUA atual é um espaço social a partir do qual muitas crianças vivem a infância dentro desta sociedade; (2) este é um espaço social cujas características proporcionam a essas crianças formas de agenciamento da vida social que estão ligadas justamente a condição de ser “filho de imigrante”.

Biografia do Autor

Antônio Mendes da Costa Braga, Universidade Estadual Paulista, Unesp, SP.

Professor Pesquisador vinculado ao Departamento de Sociologia e Antropologia e ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista (Unesp), S,P, Brasil. Tutor do Programa de Educação Tutorial (PET-SISu-MEC): PET de Ciências Sociais da FFC, Unesp, SP.

Referências

ASSIS, Gláucia de O.; IHÁ, Natalia C. A escolarização dos jovens migrantes brasileiros: problemas e perspectivas. Imaginário – USP, SP, v. 13, n. 14, p. 357-378, 2007.

BALIBAR, Étienne. Historical Dilemmas of Democracy and Their Contemporary Relevance for Citizenship. Rethinking Marxism, Association for Economic and Social Analysis, v. 20, n. 4, p. 522-538, 2008.

DELEUZE, Gilles. O que as crianças dizem? In: DELEUZE, Gilles (Org.), Crítica e Clínica. Rio de Janeiro: Ed. 34 Letras, p. 73-79. 1997.

MARGOLIS, Maxine. Little Brazil: An Ethnography of Brazilian Immigrants in New York City. Princeton: Princeton University Press, 1994.

MARGOLIS, Maxine. Goodbye, Brazil: emigrantes brasileiros no mundo. São Paulo: Contexto, 2013.

MARTES, Ana Cristina Braga. New Immigrants, New Land - A study of Brazilians in Massachusetts. Gainesville: University Press of Florida, 2011.

MEZZADRA, Sandro. Confini, migrazioni, cittadinanza. PAPERS, Revista de Sociologia. Barcelona. v. 85, p. 31-41, 2007.

OLIVEIRA, Glaucia de; MERIZ, Gisele; IHÁ, Natália C. A segunda geração de emigrantes brasileiros rumo aos Estados Unidos: Problemas e Perspectivas. Revista PerCursos, Florianópolis, SC, v. 7, n. 2, 2006.

PADILLA, Beatriz; ORTIZ, Alejandra. Construção das identidades de jovens de origem imigrante em Europa: resultados de um projeto europeu. REMHU, Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana. Brasília, v. 22, n. 42, p. 133-158, jun. 2014.

PORTES, Alejandro, RUMBAUT, Rubén G. Legacies: The Story of the Immigrant Second Generation. University of California Press/Russell Sage Foundation, 2001.

PORTES, Alejandro, RUMBAUT, Rubén B. Imigrant America: a Portrait. Oakland (CA): University of California Press, 2014.

PROUT, Alan. Reconsiderando a Nova Sociologia da Infância. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, SP, v. 40, n. 141, p. 729–750, 2010.

QVORTRUP, Jens. A Infância enquanto categoria estrutural. Educação e Pesquisa, São Paulo, SP, v. 36, n. 2, p. 631-643, maio/ago. 2010.

QVORTRUP, Jens. Apresentação Nove teses sobre a “infância como um fenômeno social”. Pro-Posições, Campinas, SP, v.1, n. 64, p. 199-211, 2011.

RUMBAUT, Rubén G., PORTES, Alejandro. Ethnicities: Children of Immigrants in America. University of California Press/Russell Sage Foundation, 2001.

SALES, Teresa. Brasileiros Longe de Casa. São Paulo: Ed. Cortez, 1999.

SALES, Teresa, LOUREIRO, Márcia. Imigrantes brasileiros adolescentes e de segunda geração em Massachusetts, EUA. Revista Brasileira de Estudos de População, Campinas, v. 21, n. 2, p.217-239, jul-dez. 2004.

SUÁREZ-OROZCO, Marcelo, SUÁREZ-OROZCO, Carola. Children of Immigration. Harvard University Press, 2002.

Downloads

Publicado

2021-03-12