O teletrabalho coletivo durante a pandemia da Covid-19: um relato de experiência na educação infantil de Florianópolis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4512.2021.e76802

Palavras-chave:

Educação infantil. Planejamento coletivo. Teletrabalho.

Resumo

A pandemia da Covid-19 tem impactado o planeta nos mais diversos setores e influenciou diretamente a forma como estamos vivenciando as práticas pedagógicas nas escolas e instituições de educação infantil. No que tange às especificidades da educação infantil, em virtude do teletrabalho, foi necessário pautar as ações na manutenção de vínculos com as crianças e suas famílias, por meio da produção de audiovisuais a serem compartilhados através das tecnologias digitais de informação e comunicação. Considerando as mudanças sobre os modos de planejar e atuar na educação de zero a cinco anos, que impuseram a integração das tecnologias ao fazer cotidiano dos docentes, o presente relato tem como objetivo apresentar a experiência de um grupo de professores/as da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis em torno de uma dinâmica coletiva de teletrabalho.

Biografia do Autor

Juliano Silveira, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil

Doutor em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Professor da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis.

Referências

CASTRO, Mayara Alves de; VASCONCELOS, José Gerardo; ALVES, Maria Marly. “Estamos em casa!”: narrativas do cotidiano remoto da educação infantil em tempo de pandemia. Rev. Pemo, Fortaleza, v. 2 n. 1, p. 1 - 17, 2020.

COUTO, Edvaldo Souza; COUTO, Edilece Souza; CRUZ, Ingri de Magalhães Porto. #Fiqueemcasa: educação na pandemia da covid-19. Interfaces científicas. V.8, n.3. 2020.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação escolar e pandemia. Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v.13, n. 1 (1 sem. 2020).

DUARTE, Fabiana. Professoras de bebês: as dimensões educativas que constituem a especificidade da ação docente. 2011. Dissertação (Mestrado) — Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, 2011.

FLORIANÓPOLIS. Diretrizes Educacionais Pedagógicas para a Educação Infantil. Secretaria Municipal de Educação. Florianópolis, SC, 2010.

FLORIANÓPOLIS. Orientações curriculares para a educação infantil da rede municipal de ensino de Florianópolis. Secretaria Municipal de Educação. Florianópolis, SC, 2012.

FLORIANÓPOLIS. Currículo da Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino de Florianópolis. Secretaria Municipal de Educação. Florianópolis, SC, 2015.

FLORIANÓPOLIS. Secretaria Municipal de Educação. Portaria n.156/2020. Normatiza as atividades não presenciais e dá outras providências. Florianópolis, 2020a.

FLORIANÓPOLIS. Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Educação Infantil. Orientações para o Teletrabalho. Florianópolis, 2020b.

GONÇALVES, Fernanda. A educação de bebês e crianças pequenas no contexto da creche: uma análise da produção científica recente. 2014. Dissertação (Mestrado) — Centro de Ciências da Educação, Universidade Federal de Santa Catarina, 2014.

GOULART, Mariana Acórdi; FLORA, Maristela Della. O projeto coletivo do Núcleo de Educação Infantil "Oriosvaldina Silva" como foco no estágio curricular da pedagogia/UFSC. Zero-a-Seis, Florianópolis, v. 15, n. 28, p. 134 - 152 -, jun. 2013.

MARQUES, Romualdo. A Ressignificação da educação e o processo de ensino e aprendizagem no contexto de pandemia da Covid-19. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v.3, n.7, p.31-46, june 2020.

NEIM HASSIS. Projeto Político Pedagógico. Florianópolis, 2020.

RIBEIRO, Marden de Pádua; CLÍMACO, Fernanda Câmpera. IMPACTOS DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: a pandemia acelerou a necessidade de se problematizar a questão digital na educação infantil? Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v. 13, n. 1 (1 sem. 2020) – ISSN 2175 – 7003.

SENHORAS, Eloi Martins. Coronavírus e educação: análise dos impactos assimétricos. Boletim de Conjuntura (BOCA), Boa Vista, v. 2, n. 5, p. 128-136, may 2020.

SILVEIRA, Juliano. Educação (Física) na cultura digital: formação continuada com professores de escolas públicas de Santa Catarina na modalidade EaD. 2018. 365 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação Física, Centro de Desportos, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

SOUZA NETO, Alaim. Do aprender ao ensinar com as tecnologias digitais: mapeamentos dos usos feitos pelos professores. 2015. 398p. Tese (Doutorado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade do Estado de Santa Catarina, 2015.

TERRA, Dinah Vasconcellos. Orientação do trabalho colaborativo na construção do saber docente: a perspectiva do planejamento coletivo do trabalho pedagógico (PCTP). Movimento (ESEFID/UFRGS), Porto Alegre, v. 10, n. 1, p. 157-179, dez. 2007.

Downloads

Publicado

2021-01-29