Infância confinada: liturgias de escolarização e privatização da Educação Infantil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1980-4512.2021.e79059

Palavras-chave:

Políticas de educação infantil, Educação infantil e pandemia da covid-19, Educação infantil e BNCC

Resumo

Entre abril e outubro de 2020, no contexto da pandemia da Covid-19, o Conselho Nacional de Educação produziu um conjunto de orientações destinadas a regular as atividades de ensino não-presencial na Educação Básica. Tratamos de estudar e analisar essas indicações, em particular aquelas dedicadas à Educação Infantil, usando técnicas de análise de conteúdo. Como resultado deste estudo inferimos: a) a BNCC tem sido o principal dispositivo utilizado pelo Conselho para regular o trabalho docente e as atividades de ensino não-presencial; b) a Educação Infantil é tratada na perspectiva da preparação para trajetórias escolares futuras; c) a interlocução com organizações e redes empresariais foi privilegiada, em detrimento de associações ou órgãos representativos de docentes e de pesquisadores. Atuando de forma lenta e em sintonia com os interesses empresariais o CNE colabora para o aprofundamento da privatização em curso da educação pública.

Referências

BALL, Stephen John. Following policy: networks, network ethnography and education policy mobilities. Journal of Education Policy, 1–18, 2016.

BALL, Stephen John. Education Plc: understanding private sector participation in public sector education. London: Routledge; New York: Taylor & Francis Group, 2007.

BALL, Stephen John. Política Educacional Global: reforma e lucro. Revista de Estudios Teóricos y Epistemológicos en Política Educativa, v. 3, p. 1-15, 2018 Disponible en: < https://revistas2.uepg.br/index.php/retepe>. Acesso em: 20 out., 2020.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CEB nº 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 18 de dezembro de 2009, Seção 1, p. 18, 2009.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n° 1.570/2017. Homologa o Parecer CNE/CP nº 15/2017, do Conselho Pleno do Conselho Nacional de Educação e o Projeto de Resolução a ele anexo, instituem e orientam a implantação da Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2017a.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP nº 15/2017, de 15 de dezembro de 2017. Orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular. Brasília (DF), 2017b.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 2/2017. Institui e orienta a implantação da Base Nacional Comum Curricular, a ser respeitada obrigatoriamente ao longo das etapas e respectivas modalidades no âmbito da Educação Básica. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2017c.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM no 188, de 3 de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV). Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020a. Disponível em: http://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388.

BRASIL. Medida Provisória (MP) no 934, de 01 de abril de 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020b.

BRASIL. LEI no 14.040, de 18 de agosto de 2020. Estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020; e altera a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009. Diário Oficial da União, Brasília, (DF), 2020c.

BRASIL. Conselho Nacional da Educação. Parecer CNE/CP Nº 5/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020d.

BRASIL. Conselho Nacional da Educação. Parecer CNE/CP Nº 11/2020. Orientações Educacionais para a Realização de Aulas e Atividades Pedagógicas Presenciais e Não Presenciais no contexto da Pandemia. Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020e.

BRASIL. Conselho Nacional da Educação. Parecer CNE/CP nº 15/2020, aprovado em 6 de outubro de 2020. Diretrizes Nacionais para a implementação dos dispositivos da Lei nº 14.040, de 18 de agosto de 2020, que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020. Brasília (DF), 2020f. [Aguardando homologação].

BRASIL. Conselho Nacional da Educação. Parecer CNE/CP Nº 9/2020. Reexame do Parecer CNE/CP nº 5/2020, que tratou da reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Despacho do Ministro, publicado no Diário Oficial da União, Brasília (DF), 2020g.

BANCO MUNDIAL (2020a). Políticas educacionais na pandemia da COVID-19: o que o Brasil pode aprender com o resto do mundo? Versão de 25 de março de 2020. Disponível em https://www.worldbank.org/pt/country/brazil/publication/brazil-education-policy-covid-19-coronavirus-pandemic.

BANCO MUNDIAL (2020b). Remote Learning and COVID-19: The use of educational technologies at scale across an education system as a result of massive school closings in response to the COVID-19 pandemic to enable distance education and online learning. Versão de 16 de março de 2020. Disponível em https://www.worldbank.org/en/topic/edutech/brief/edtech-covid-19.

CAMPOS, Roselane Fátima; DURLI, Zenilde. BNCC PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL: é ou não é currículo? Currículo sem Fronteiras, v. 20, n. 1, p. 251-267, jan./abr. 2020.

ORGANIZAÇÃO PARA A COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO (OCDE) (2020). A framework to guide an education response to the COVID-19 Pandemic of 2020. OCDE. Disponível em:

https://www.hm.ee/sites/default/files/framework_guide_v1_002_harward.pdf.

VERGER, Antoni; FONTDEVILA, Clara; ZANCAJA, Adrián. The privatization of education: a political economy of global education reform. New York: Teachers College Press, 2016. [Series: International perspectives on education reform].

Downloads

Publicado

2021-01-29