Sustentabilidade em Contexto Organizacional: uma análise comparativa de modelos que propõem trajetórias para sua gestão

Luciano Munck, Ana Claudia Bansi, Bárbara Galleli

Resumo


Este artigo, considerando a inexistência de fontes que sintetizam proposições de modelos para a gestão da sustentabilidade em contexto organizacional, depois de identificar cinco modelos, se propõe a compará-los fazendo uso de um quadro referência criado para representar condições ideais de gestão da sustentabilidade nas organizações. Pela análise comparativa foram identificados avanços conceituais, convergências, e fragilidades. Uma das principais constatações denuncia a incompletude dos modelos. À medida que são comparados entre si e com o quadro referência todos demonstraram falhar em algum aspecto basilar para o alcance da sustentabilidade organizacional. Percebeu-se a necessidade de maiores aprofundamentos quando se trata da implantação e operacionalização de modelos de gestão da sustentabilidade nas organizações. Em suma, este estudo permitiu criar informações para a eliminação de fragilidades e para a sugestão de avanços. Isso pode orientar aprimoramentos cabíveis ao desenvolvimento de um framework global unificador das boas experiências para a gestão sistêmica e estrutural da sustentabilidade organizacional.


Palavras-chave


Modelos de Gestão da sustentabilidade

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-8077.2016v18n44p91

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.