Narrativa de viagens: espaços não formais de educação (des)encantando a formação inicial de uma professora de biologia

Mariane Schmidt, Lucia Estevinho Guido

Resumo


O texto discute a vivência de uma professora em formação inicial em espaços não formais de educação. Acompanhada de professores da escola básica em vários passeios / visitas à museus de Ciência e de Arte, a professora em formação inicial se encanta com as diversas linguagens e conexões entre Ciência e Arte e escreve uma narrativa. A escrita provoca pensamentos que contribuem para que sua formação docente seja significada por linguagens visuais, artísticas, sensoriais e emotivas, além da linguagem científica.


Palavras-chave


ciência; arte; formação inicial de professores

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1982-5153.2015v8n2p21

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.