A utilização de uma história em quadrinhos como estratégia de ensino sobre o uso racional de medicamentos

Anderson Domingues Corrêa, Giselle Rôças, Renato Matos Lopes, Luiz Anastácio Alves

Resumo


Este trabalho apresenta a criação e a avaliação de uma história em quadrinhos e um texto paradidático como recurso educacional para ensino sobre os riscos da automedicação. Foi utilizado como exemplo um paciente acometido por um quadro de intoxicação alimentar. O estudo foi realizado com 52 estudantes do Ensino Médio, por meio da aplicação de questionários e realização de entrevistas semiestruturadas. A metodologia de análise foi qualitativa. Os resultados apontaram que a história em quadrinhos motivou os participantes do estudo e despertou-lhes grande interesse, em aprender sobre outros assuntos ligados a medicamentos e enfermidades. Os dados obtidos indicaram que a História em Quadrinhos e o texto paradidático contribuíram para o aprendizado dos estudantes sobre os riscos da automedicação e intoxicação alimentar.


Palavras-chave


História em quadrinhos; Ensino de ciências e saúde; Divulgação científica; Uso racional de medicamentos

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1982-5153.2016v9n1p83

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.