Falar e mostrar para provar: uma contribuição teórica sobre a utilização dos gestos ostensivos wittgensteinianos como auxiliares na prova matemática

Marcelo Sousa Oliveira, Marisa Rosâni Abreu Silveira

Resumo


Este artigo, de natureza teórica, tem o objetivo de tratar da utilização de gestos ostensivos como auxiliares do professor no processo de mostrar provas matemáticas aos seus alunos. Para tanto, discorremos sobre alguns conceitos utilizados nas aulas de matemática, tais como o conceito de prova e de demonstração que são passíveis do uso de gestos ostensivos na busca do sentido de proposições matemáticas. Nossas análises estão apoiadas na filosofia de Ludwig Wittgenstein, em alguns textos de comentadores de sua filosofia e de alguns educadores matemáticos que a usam como fundamentação filosófica.


Palavras-chave


Prova; Demonstração; Ensino ostensivo; Definição ostensiva

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1982-5153.2016v9n2p271

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.