Monitoramento e controle metacognitivo na resolução de problemas em física: análise de um estudo comparativo

Cleci T. Werner da Rosa, Caroline Maria Ghiggi

Resumo


O presente trabalho tem a finalidade de investigar a atividade de resolução de problemas do tipo lápis e papel, em termos da importância de se favorecer aos estudantes momentos de tomada de consciência sobre seus conhecimentos, de estimular a monitoração e de exercer o controle das ações. De forma mais específica, o estudo busca avaliar o desempenho acadêmico dos estudantes do ensino médio em situações de resolução de problemas do tipo lápis e papel, quando guiados por instruções que levam à necessidade de reelaborar o enunciado e ilustrar o problema utilizando os seus conhecimentos prévios. O embasamento teórico encontra-se vinculado à inserção de estratégias de aprendizagem metacognitivas como possibilidade de auxiliar os estudantes na compreensão e solução dos problemas em Física. A investigação, de cunho qualitativo, busca analisar e comparar duas turmas de primeiro ano do ensino médio – sendo uma orientada para recorrer ao pensamento metacognitivo e outra não – quanto aos seus desempenhos acadêmicos, diante de quatro problemas clássicos de cinemática. Os resultados apontam que a proposta didática envolvendo o uso de estratégia de aprendizagem metacognitiva mostra-se mais eficiente em termos de diálogos dos alunos com os problemas apresentados, na busca por solucionar os problemas, e do número de acertos nas questões propostas. 


Palavras-chave


Resolução de problemas; Metacognição; Física; Ensino Médio

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1982-5153.2017v10n2p105

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Alexandria: R. Educ. Ci. Tec., Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSN 1982-5153

Licença Creative Commons

Está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.