Ciência, tecnologia e formação social do espaço: questões sobre a não-neutralidade

Autores

  • Demétrio Delizoicov Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina.
  • Décio Auler Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Maria.

Palavras-chave:

Non-neutrality of science and technology, Social formation of space, Problems for research into science education

Resumo

São realizadas considerações sobre a temporalidade das teorias científicas, baseadas em análises histórico-epistemológicas, e sobre o lugar em que conhecimentos científicos se originam, tendo por base a proposição de Milton Santos a respeito da formação social do espaço, com a finalidade de se examinar a relação entre a dimensão espaço-temporal da Ciência-Tecnologia (CT) e a sua não-neutralidade. Argumenta-se que essa não-neutralidade tem dois aspectos indissociáveis: um relativo à demanda e o outro relacionado à formulação científica de problemas originários da demanda e à correspondente busca de suas soluções. Destaca-se que a universalidade contida nas teorias científicas não implica, necessariamente, na universalização da demanda relacionada à CT. Com esta perspectiva relaciona-se CT e a pesquisa em educação em ciências e propõe-se que se obtenham demandas localizadas através de uma investigação temática, conforme proposição de Paulo Freire, considerando que a educação em CT é um dos elementos da formação social do espaço.

Biografia do Autor

Demétrio Delizoicov, Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica, Universidade Federal de Santa Catarina.

Licenciado em Física (USP, 1973); Mestre em Ensino de
Ciências (USP, 1982) e Doutor em Didática (USP, 1991) é Professor Associado do Centro de Ciências da Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e
Tecnológica da UFSC.

Décio Auler, Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Santa Maria.

Possui graduação em Licenciatura Plena em Física (1987), mestrado em Educação (Ensino de Ciências Naturais) pela Universidade Federal de Santa Maria (1995) e doutorado em Educação (Ensino de Ciências Naturais) pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002). Atualmente é professor associado I, da Universidade Federal de Santa Maria, no Departamento de Metodologia do Ensino.

Downloads

Publicado

2011-11-01

Edição

Seção

Artigos