Análise de propostas para a formação de professores de Ciências do ensino fundamental

Autores

  • Carlos Alberto de Oliveira Magalhães Júnior
  • Maurício Pietrocola Pinto de Oliveira

Palavras-chave:

Formação de professor, Disciplina de ciências, Ensino fundamental

Resumo

A caracterização da disciplina de Ciências no Ensino Fundamental mostra que, para que o professor esteja habilitado a lecioná-la, deve ter formação ampla nas ciências da natureza, como a química, física, biologia e geociências, devido à diversidade de fenômenos que propõe ensinar, e, que proporcione um ensino integrador entre as ciências que compõem esta disciplina. Nesse sentido, o presente trabalho teve como objetivo analisar dois modelos de formação do professor de Ciências para o ensino fundamental, um oferecido pela Universidade Estadual de Maringá, e o outro pela Universidade de São Paulo. A metodologia desenvolvida foi um estudo de caso que contou com entrevistas com coordenadores de curso e análises documentais dos projetos pedagógicos. Os resultados da pesquisa mostram que os dois cursos convergem quando oferecem uma formação generalista nas diversas áreas das ciências naturais, mas diferem quando metodologicamente estruturam o curso na busca da formação do professor integrador entre as ciências.

Biografia do Autor

Carlos Alberto de Oliveira Magalhães Júnior

Possui graduação em Licenciatura Plena em Ciências pela Universidade Estadual de Maringá (2002), especialista
em Educação pela Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão (2004), mestre em Ensino de Ciências (Modalidade Física, Química e Biologia) pela Universidade de São Paulo e doutorando em Ecologia pela Universidade Estadual de Maringá. Atualmente é professor da Universidade Estadual de Maringá.

Maurício Pietrocola Pinto de Oliveira

Possui graduação em Licenciatura em Física pela Universidade de São Paulo (1984), mestrado em Ensino de Ciências (Modalidade Física e Química) pela Universidade de São Paulo (1988) e doutorado em Epistemologie Et Histoire Des Sciences - Universite de Paris VII - Universite Denis Diderot (1992). Atualmente é professor associado da Universidade de São Paulo, membro correspondente internacional - Recherches Epistémologiques et Historiques sur les Sciences Exactes et les e vice-chair - International Comission on Physics Education.

Downloads

Publicado

2010-07-01

Edição

Seção

Artigos